“A culpa do elevado tempo de espera para consulta está na falta de recursos humanos”. Quem o afirma é o Prof. Doutor João Morais, presidente da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC). Em comunicado de imprensa enviado à comunicação social, a SPC lamenta o elevado tempo de espera para uma consulta da especialidade, afirmando que este não se deve somente a uma questão de organização, mas sim à falta de profissionais médicos e não-médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

 

Publicado em Notícias