A farmacêutica AbbVie anunciou que o Comité de Medicamentos de Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) recomendou uma alteração à autorização de introdução no mercado para glecaprevir/pibrentasvir relativa à redução da duração de 12 para oito semanas do tratamento, de toma diária única, em doentes com infeção crónica pelo genótipo (GT) 3 por hepatite C (VHC), com cirrose compensada e sem exposição anterior a tratamento para infeção por VHC.

 

Publicado em Notícias

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019