Ainda que se saiba que a dislipidemia aterogénica contribui para o risco residual de doença cardiovascular, a patologia permanece subdiagnosticada e subtratada. Depois do consenso gerado no estudo CODAP, impulsionado pela Sociedade Portuguesa de Aterosclerose (SPA), os especialistas voltam a reunir-se no próximo dia 25 de junho, às 21h00, para, mais uma vez, debater o diagnóstico e o tratamento da dislipidemia aterogénica. Marque na agenda.

 

Publicado em Notícias

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019