Primeira vacina contra a COVID-19 já foi administrada em Portugal
28/12/2020 15:04:50
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Primeira vacina contra a COVID-19 já foi administrada em Portugal

O Plano Nacional de Vacinação contra a COVID-19 já arrancou em Portugal, sendo o médico infecciologista Prof. Doutor António Sarmento, diretor do Serviço de Doenças Infecciosas do Hospital de São João no Porto, a receber a primeira vacina.

A primeira dose da vacina foi administrada pela Enf.ª Isabel Ribeiro, sob o olhar da ministra da saúde Prof.ª Doutora Marta Temido, dezenas de colegas, jornalistas e objetivas de televisão. O diretor do Serviço de Doenças Infecciosas tem 65 anos e trabalha na unidade de saúde do Hospital de São João há 42 anos, tendo já uma uma longa carreira profissional ligada à luta contra outras doenças devastadoras, como a SIDA​, a gripe, a tuberculose e a síndrome respiratório agudo severo (SARS).

A escolha do médico no Hospital de São João foi realizada pelo conselho de administração e serviu como um uma distinção ao Prof. Doutor António Sarmento que está, desde março, na linha da frente no combate à pandemia.

O primeiro lote de 9.750 doses estão destinadas aos profissionais de saúde dos centros hospitalares universitários do Porto, São João, Coimbra, Lisboa Norte e Lisboa Central.

Numa primeira fase, vão ser vacinados todos os profissionais de saúde diretamente envolvidos na prestação de cuidados a doentes, profissionais das Forças Armadas, das forças de segurança e serviços críticos bem como toda a população com mais de 50 anos que tenha insuficiência cardíaca, doença coronária, insuficiência renal ou DPOC. Numa segunda fase, pessoas com 65 ou mais anos sem qualquer patologia bem como toda a população entre os 50 e os 64 anos que tenham diabetes, neoplasia maligna ativa, doença renal crónica, insuficiência hepática, obesidade ou hipertensão arterial. Por fim, numa terceira fase, vai ser vacinada o resto da população portuguesa. Estas informações podem ser consultadas no portal criado pelo governo para este fim.

Fonte de imagem: Lusa


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019