Politécnico de Setúbal aprofunda estudo sobre lombalgia com projeto MyBack
18/11/2020 16:02:49
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Politécnico de Setúbal aprofunda estudo sobre lombalgia com projeto MyBack

O projeto MyBack, investigação na área da Saúde candidatada pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), acaba de receber luz verde para financiamento pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), no âmbito do Concurso de Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico (IC&DT) em todos os domínios científicos, o mais reputado e participado concurso para financiamento científico a nível nacional.

 

Com um montante atribuído de 250 mil euros, o projeto, que reúne investigadores da Escola Superior de Saúde (ESS) do IPS e da Universidade Nova de Lisboa (Escola Nacional de Saúde Pública e Nova Medical School), propõe implementar um programa de autogestão personalizado para prevenir recorrências e incapacidade e promover a saúde músculo-esquelética em utentes com lombalgia.

Coordenado pelo Prof. Doutor Eduardo Cruz, da ESS/IPS, o projeto terá a duração de três anos e propõe fomentar sinergias em áreas como a Fisioterapia, a Medicina, a Saúde Pública e a Gestão da Saúde, ao comparar a efetividade do programa de autogestão a implementar face à prática usual isolada dos utentes com lombalgia que recorrem aos cuidados de saúde primários.

O programa a ser testado, que será ajustado às características biopsicossociais e capacidades físicas dos indivíduos, visa promover a autogestão em utentes em risco de recorrência de episódios de lombalgia, e pretende capacitá-los para gerir, a longo prazo, os seus sintomas, prevenindo a incapacidade funcional e ocupacional e reduzindo a necessidade do recurso frequente a serviços de saúde devido a esta condição.

Na senda do projeto SPLIT, também liderado pela ESS/IPS e que testou e validou, em várias unidades de saúde da região de Setúbal, um modelo inovador de referenciação para tratamento de Fisioterapia igualmente destinado a utentes com lombalgia, o projeto MyBack propõe-se complementar e consolidar a implementação daquele sistema em contexto de cuidados de saúde primários.

O Concurso de Projetos de IC&DT em todos os domínios científicos tem uma dotação orçamental de 75 milhões de euros, num investimento suportado por fundos nacionais, através do orçamento da FCT. Este ano foram submetidas 5847 candidaturas, das quais 3317 foram consideradas elegíveis. Ao todo, foram selecionados 312 projetos para financiamento.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019