Glasdegib aprovada em doentes com LMA
02/09/2020 17:19:21
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Glasdegib aprovada em doentes com LMA

Os doentes adultos que não são legíveis para a quimioterapia de indução padrão e que têm leucemia mieloide aguda (LMA) recém-diagnosticada podem ser tratados com glasdegib em associação com citarabina em dose baixa, um tipo de quimioterapia. A decisão desta aprovação à Pfizer foi consentida pela Comissão Europeia.

“Estamos orgulhosos por mais este marco, fruto de décadas de compromisso duradouro com os doentes que vivem com cancros do sangue, oferecendo este novo tratamento a certos doentes com leucemia mieloide aguda na Europa, que anteriormente tinham opções de tratamento limitadas”, afirmou o presidente regional da área de oncologia internacional para os mercados desenvolvidos da Pfizer, Prof. Doutor Masum Hossain.

O pedido de autorização de introdução no mercado foi baseado nos resultados do ensaio de Fase 2, BRIGHT 1003, que demonstrou que a utilização de glasdegib praticamente duplicou a sobrevivência global dos doentes com LMA não tratada previamente e não elegíveis para quimioterapia intensa.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019