Inove Saúde desenvolve softwares de gestão que privilegiam o foco no doente
23/07/2020 17:01:16
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Inove Saúde desenvolve softwares de gestão que privilegiam o foco no doente

A Inove Saúde abriu portas com o objetivo de desenvolver softwares de gestão para saúde com soluções criadas à medida e em contacto com os problemas reais de instituições de saúde. O software de gestão de unidades cuidados continuados (GUCC) da Inove Saúde foi escolhido pelas direções técnicas da Santa Casa da Misericórdia de Leiria, Portimão e Alijó para facilitar a gestão de todos os processos envolvidos no cuidado dos seus utentes.

Começando por desenvolver o GUCC, um software de gestão de unidades de cuidados continuados, em parceria com uma unidade de Viana do Castelo, a empresa já criou o GERPI, dirigido a estruturas residenciais para idosos e neste momento estão a terminar o GSAD, destinado a serviços de apoio domiciliário, e o GCDIA, para centros de dia.

O desenvolvimento do primeiro software de gestão, com vista às unidades de cuidados continuados, foi feito em parceria com uma unidade do concelho, o que permitiu perceber os problemas diárias da instituição e como se podiam melhorar os processos de atuação de cada área profissional envolvida, entre enfermagem, medicina, fisioterapia, fisiatria, ou terapia da fala.

O fundador da empresa, Dr. Ricardo Rocha, revela que o principal propósito com a criação do GUCC foi “permitir aos profissionais concretizar o maior dos seus objetivos − o foco no utente”, salientando que “esta resposta é realmente integrada, deixando para trás a maior parte dos processos burocráticos e o uso excessivo do papel”.

As soluções dos softwares incluem uma app para a equipa de enfermagem, que permite o registo in loco da evolução das feridas do doente, guardando-os automaticamente no software para posterior consulta. A empresa criou ainda um módulo tablet com alertas de aviso de leitura para colocar nos corredores das instituições e facilitar o registo de tarefas por parte das auxiliares, para que nenhuma informação se perca entre mudanças de turno.

"O GUCC tornou tudo mais fácil. As características que mais influenciaram a eficácia deste programa foram ser objetivo, intuitivo e prático, e facilitar a comunicação entre a equipa. Dá ao profissional uma visão geral do utente nas diversas áreas de intervenção”, afirma a Dr.ª Sofia Magalhães, fisioterapeuta da Ordem da Trindade, no Porto.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019