Tilray obtém certificação de boas práticas no campus de Cantanhede
27/05/2020 16:17:19
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Tilray obtém certificação de boas práticas no campus de Cantanhede

A Tilray, empresa de pesquisa, cultivo, produção e distribuição de canábis medicinal, anunciou hoje, dia 27 de maio, que a sua subsidiária integral Tilray Portugal recebeu uma certificação de Boas Práticas de Produção (GMP - Good Manufacturing Practice) da Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed), de acordo com os padrões da União Europeia, para a sua unidade em Cantanhede.

 

Esta é a terceira certificação GMP da Tilray Portugal e permite produzir localmente extratos de canábis medicinal e exportar produtos acabados com certificação GMP, tanto flores secas, quanto óleos, de Portugal para toda a União Europeia e outros mercados internacionais que tenham a utilização de canábis medicinal regulamentada.

Simultaneamente, esta nova certificação autoriza a Tilray a produzir nas suas instalações de Cantanhede extratos avulsos para vender como componentes farmacêuticos ativos de canábis (API - Active Pharmaceutical Ingredients, em inglês) e incrementa a capacidade do laboratório de controlo de qualidade para desenvolver a inovação e a pesquisa de produtos da Tilray.

"Este é um marco importante para o nosso crescimento estratégico no mercado internacional de canábis medicinal", afirma o Dr. Sascha Mielcarek, managing director da Tilray na Europa.

“A nossa terceira certificação GMP vai permitir a produção de mais produtos nas nossas instalações em Cantanhede e exportar uma maior gama de produtos médicos para pacientes, parceiros e mercados internacionais. À medida que a procura cresce em todo o mundo e surgem novos mercados onde a canábis medicinal é autorizada e regulamentada, o campus da Tilray em Portugal está pronto para responder a essa procura", continua o responsável.

Em maio de 2019, a Tilray Portugal recebeu sua primeira licença de produção e a certificação GMP inicial, permitindo à empresa produzir e exportar canábis medicinal seca como substância ativa. A segunda certificação GMP chegou em dezembro de 2019, permitindo a exportação para mercados internacionais de flores secas e óleos de nível farmacêutico como produtos acabados de canábis medicinal.

Já em setembro do mesmo ano, a companhia realizou a sua primeira exportação para a Alemanha a partir do campus em Portugal, que foi uma das maiores expedições de canábis medicinal na Europa até ao momento.

A Tilray estabeleceu acordos de venda e distribuição para fornecer canábis medicinal através dos principais canais de distribuição farmacêutica na Alemanha e noutros mercados europeus, que permitem o acesso aos produtos acabados de canábis medicinal aos doentes que deles necessitem.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019