APDP celebra 94 anos de defesa dos direitos das pessoas com diabetes
14/05/2020 15:49:48
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
APDP celebra 94 anos de defesa dos direitos das pessoas com diabetes

A Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) celebrou ontem, dia 13 de maio, o seu 94.º aniversário enquanto defensora da melhoria da qualidade de vida e acesso a cuidados de saúde das pessoas com diabetes. A associação relembra que existe um longo caminho de evolução e assume o compromisso de continuar a intervir na comunidade no que toca a educação para a saúde, prevenção e tratamento da diabetes e todas as suas complicações.

 

“Somos a associação de pessoas com diabetes mais antiga do mundo e, passados 94 anos, podemos afirmar que a nossa motivação não mudou e temos vontade de dar continuidade ao trabalho que tem sido desenvolvido na sustentabilidade da associação, excelência de atividades e na defesa intransigente dos direitos das pessoas com diabetes”, afirma o Dr. José Manuel Boavida, presidente da APDP.

O responsável reforça que “apesar de existir um longo caminho para que a diabetes seja vista como uma doença sistémica com um enorme impacto na vida pessoal, social e económica, continuamos críticos e reconhecemos o papel da associação na criação de políticas públicas para o controlo e prevenção da doença e na luta contra a discriminação, nomeadamente quando a sua proteção pode estar em causa”.

Já o Prof. Doutor João Filipe Raposo, diretor clínico da APDP, salienta que “a APDP foi pioneira no tratamento da diabetes e sempre apostou na educação terapêutica e na abordagem multidisciplinar. Estamos empenhados em garantir cuidados adequados através da promoção da prevenção da diabetes e das suas complicações. Afinal, com um milhão de portugueses com diabetes e milhares de pessoas ainda não diagnosticadas, temos de garantir que existe capacidade para combater este problema de saúde pública em Portugal”.

No âmbito da pandemia por COVID-19, a associação implementou um sistema de teleconsultas com contactos diários aos seus utentes, além de ter criado a linha de apoio telefónica para prestar aconselhamento especializado a adultos com diabetes (213 816 161), e um serviço domiciliário de entrega de medicamentos. Elaborou ainda um manual de apoio após diagnóstico positivo do vírus, mantendo-se ativa na luta pelos direitos das pessoas com diabetes.

“Estamos prontos para assumir mais responsabilidades numa relação de apoio e confiança com as pessoas com diabetes. A presença ativa durante o período de pandemia veio reforçar a capacidade de resposta da associação, mas não queremos ficar por aqui. Apresentamos uma rede de trabalho eficaz e queremos dar resposta a esta realidade emergente, pensar no futuro e dar resposta aos diagnósticos que ficaram por realizar. Afinal, à distância conseguimos criar uma central de educação que confirma o potencial da telemedicina da APDP como uma ferramenta de educação e acompanhamento na área da saúde”, conclui o Dr. José Manuel Boavida.

Para assinalar os seus 94 anos de existência, a APDP já recebeu mensagens de diversas  personalidades da Saúde e de pessoas com diabetes, convidando todos os portugueses a deixarem a sua mensagem de felicitações na página de Facebook da Associação.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019