Secretário de Estado da Saúde apadrinha ampliação do Serviço de Pneumologia do CHL
02/12/2019 17:16:56
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Secretário de Estado da Saúde apadrinha ampliação do Serviço de Pneumologia do CHL

No passado dia 30 de novembro, celebrou-se a cerimónia de assinatura do acordo de cooperação entre o Centro Hospitalar de Leiria (CHL) e o Grupo Lusiaves, que doará 150 mil euros para a execução do projeto de ampliação do Serviço de Pneumologia do CHL. O evento teve lugar no Hospital de Santo André (HSA), em Leiria, contanto com o apoio do Dr. António Sales, secretário de Estado da Saúde.

 

“O CHL está mais capacitado, com mais e melhores condições, para servir os seus utentes. Ganhamos todos, ganha Portugal, e por isso vim aqui apadrinhar este protocolo”, salientou o Dr. António Sales, secretário de Estado da Saúde.

Inaugurado em junho de 2016, o Serviço de Pneumologia do CHL foi o resultado de um investimento de 850 mil euros. Contudo, rapidamente se verificou que o projeto não colmatava as necessidades crescentes: “era necessário crescer, dar espaço e condições aos nossos colaboradores e ao novo perfil do Serviço de Pneumologia. Era, é, urgente investir. Em quatro anos passámos de um pneumologista para sete, de um imunoalergologista para dois, e três internos de formação especializada”, explica o Dr. Licínio de Carvalho, presidente do Conselho de Administração do CHL.

“Esta oferta representa a concretização inequívoca da ligação entre a sociedade civil e a comunidade hospitalar. Tudo faremos para que o retorno deste investimento seja evidente, a isso nos obriga a nossa responsabilidade, e temos um olhar atento do senhor comendador Avelino Gaspar, que verá sempre também como seu este Serviço de Pneumologia”, acrescenta o Dr. Licínio de Carvalho.

O investimento em curso para a expansão das instalações do Serviço é de 230 mil euros, sendo o restante valor usado em equipamento e mobiliário. O número de gabinetes do Serviço sobe de dois para seis, os postos de Hospital de Dia passam de oito para 16, e os lugares da sala de espera aumentam de 16 para 40. A obra terá a duração de cerca de seis meses.

“Sendo atualmente o Grupo Lusiaves uma das maiores organizações do distrito e com uma ligação tão forte ao mesmo, sentimos que não podíamos ficar indiferentes a esta necessidade. Por isso, decidimos, desde o primeiro minuto, apoiar esta causa em prol da saúde da nossa região. O apoio que hoje aqui entregamos é muito importante para o nosso grupo. Ele espelha, não só o compromisso com esta região, mas acima de tudo demonstra que todas as entidades, públicas ou privadas, são relevantes, e que devem estar disponíveis para apoiar as reais necessidades do nosso país”, refere o Dr. Avelino Gaspar, presidente do Conselho de Administração do Grupo Lusiaves.

O Dr. António Sales mencionou também as prioridades do Governo que diz respeito à saúde, em prol de um Serviço Nacional de Saúde mais justo e equitativo. Enalteceu ainda os projetos na região, como a valorização da qualidade de vida dos colaboradores do CHL e a construção de uma creche e jardim de infância no HSA, bem como a implementação da segunda edição do orçamento partilhado no CHL, para a execução de um projeto escolhido pelos colaboradores.

 

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019