O uso de aplicações e dispositivos na diabetes tipo 1
08/11/2019 16:42:05
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
O uso de aplicações e dispositivos na diabetes tipo 1

Está a decorrer até amanhã, dia 9 de novembro, as Jornadas de Endocrinologia e Diabetes de Coimbra, naquela que é já a sua 23.ª edição. A News Farma esteve presente no Hotel Vila Galé e falou com a Dr.ª Luísa Barros, assistente hospitalar graduada do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), acerca do Curso Pré-Jornadas subordinado ao tema “Diabetes tipo 1”. Assista à conversa em vídeo.

“Ir um pouco mais além no que respeita ao tratamento da diabetes tipo 1”, foi este o objetivo do curso levado a cabo pela Dr.ª Luísa Barros, que, em entrevista à News Farma, explica ser este um tema que conta, cada vez mais, com um crescente número de aplicações e instrumentos destinados a apoiar a pessoa com diabetes no que respeita à gestão da doença.

As aplicações existentes destinadas à população com diabetes são, segundo a própria, “extremamente importantes hoje em dia”, uma vez que são ferramentas que permitem facilitar a vida aos envolvidos. “Uma pessoa com diabetes tipo 1 tem que fazer imensos cálculos várias vezes durante o dia. Tendo uma aplicação, inferida pelo médico, isso torna a vida muito mais fácil e motiva-os a cumprir melhor o tratamento”.

Foram ainda discutidos dispositivos de monitorização contínua da glicose, “aparelhos que vêm substituir a glicemia capilar e que, atualmente, as pessoas com diabetes utilizam cada vez mais”. Este método pretende ainda dar mais informação ao médico relativamente ao estado da doença.

Vídeo

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019