XXVII Congresso Português de Aterosclerose abrangente e transversal no progresso do tratamento da doença
29/10/2019 12:46:25
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
XXVII Congresso Português de Aterosclerose abrangente e transversal no progresso do tratamento da doença

"Abordar os diversos aspetos da fisiopatologia da aterosclerose: ganhar maior conhecimento e fundamentos mais sólidos e, consequentemente, avançar no progresso no tratamento desta doença". As palavras são do Dr. Nuno Bragança sobre o principal objetivo do XXVII Congresso Português de Aterosclerose, que decorre nos dias 15 e 16 de novembro, em Peniche. Em entrevista à News Farma, o presidente da reunião explica quais são os principais temas que vão estar em discussão, salientando para a realização dos cursos pré-congresso, subordinados aos temas “Introdução à investigação clínica” e “Obesidade”. Veja o vídeo.

O especialista, para além da prevalência da doença, apontou ainda os "múltiplos fatores de risco que contribuem para o seu desenvolvimento", tais como a diabetes, a hipertensão, o tabagismo e a obesidade.

Em entrevista, o presidente da reunião afirmou que dada a "abrangência da aterosclerose, que é transversal a muitas doenças e, por isso, afeta muitas especialidades". Neste sentido, tornou-se essencial garantir um programa científico que abrangesse todos estes aspetos. Também as "novas tecnologias" vão ter lugar na reunião, dando assim destaque à "Medicina reparadora para as lesões ateroscleróticas". 

No dia anterior ao começo do Congresso, a 14 de novembro, vão ter lugar os cursos pré-congresso, subordinados aos temas “Introdução à investigação clínica” e “Obesidade”, nos quais ainda se pode inscrever através desta ligação.

Para mais informações consulte o site do evento.

Vídeo

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019