Celebrado 1.º aniversário da ADERMAP em nome da dermatite atópica
04/10/2019 11:58:37
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Celebrado 1.º aniversário da ADERMAP em nome da dermatite atópica

A Associação Dermatite Atópica Portugal (ADERMAP) assinalou um marco importante no seu percurso de vida ao comemorar um ano de existência celebrando a pele para além da dermatite atópica (DA). O evento foi marcado por uma conversa intimista entre o dermatologista Dr. Pedro Mendes Bastos e a alergologista pediátrica Dr.ª Maria Leonor Bento, que abordaram a DA e desmistificaram múltiplas questões colocadas pelos participantes em relação a esta doença inflamatória crónica da pele que afeta entre 10 a 20% das crianças e 3-4% da população global. O encontro contou também com testemunhos de três jovens com a doença.

“Estamos muito satisfeitos por termos assinalado o primeiro aniversário da ADERMAP e o 2º Dia Mundial da DA com um encontro que uniu pessoas por uma causa forte mas que é ainda encarada por muitos com leveza e relativismo, devido à falta de conhecimento sobre a mesma e sobre o impacto real que tem na vida dos doentes, familiares e mesmo na sociedade em geral”, inicia a Dr.ª Joana Camilo, presidente da ADERMAP. “Saber que tivemos pessoas vindas de diferentes pontos do país para conhecerem a nossa causa e se juntarem à ADERMAP, é gratificante. Estamos no caminho certo para dar uma voz cada vez mais forte a quem sofre com DA.", acrescenta.

A ADERMAP foi criada por um grupo de voluntários com DA e familiares, que sentiram a necessidade de ajudar a dar voz às preocupações, necessidades e impacto no dia-a-dia desta patologia em Portugal. Apesar de ser uma patologia multifatorial complexa, esta é muitas vezes limitada na sociedade a uma “simples doença de pele”. Criada em 16 de julho do ano passado, a ADERMAP visa ajudar a aproximar e capacitar a comunidade de DA em Portugal, bem como a promover a troca de experiências, a investigação e a partilha de informação sobre esta doença, e sobre as formas de tratamento e controlo, esperando assim ajudar a aumentar os resultados em saúde, nomeadamente no que toca à qualidade de vida das pessoas afetadas por esta doença.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019