Associação Dignitude reconhecida internacionalmente
Associação Dignitude reconhecida internacionalmente

A rede solidária do medicamento da Associação Dignitude foi premiada pela Federação Internacional Farmacêutica (FIP), no 79.º Congresso Mundial de Farmácia e Ciências Farmacêuticas, que decorre em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, até 26 de setembro.

A FIP distinguiu o Programa Abem pelo seu contributo para a “Melhoria da Prática Farmacêutica”. Além do impacto social junto das populações mais vulneráveis, o programa permite aos farmacêuticos das 574 farmácias comunitárias aderentes desenvolverem as suas competências científicas e sociais. A par, permite aos estudantes de Ciências Farmacêuticas participarem como voluntários, o que os ajuda a perceber a responsabilidade que os farmacêuticos têm de combater as dificuldades de acesso ao medicamento e outras desigualdades sociais.

"O Programa Abem, da Associação Dignitude, tem vindo a promover o papel dos farmacêuticos enquanto agentes essenciais e de proximidade no sistema de saúde. Os farmacêuticos Abem têm um papel ativo no sentido de uma sociedade mais inclusiva e resultados em saúde mais positivos para todos. Permitir às pessoas o acesso aos medicamentos de que elas necessitam também é contribuir para a redução de custos em tratamentos de emergência e admissões hospitalares", disse, na atribuição do prémio, o Dr. Duarte Santos, da Direção da Associação Nacional das Farmácias (ANF), uma das instituições fundadoras da Associação Dignitude. O diretor da ANF considera que o prémio vem "fortalecer os propósitos do Abem de garantir o acesso ao medicamento e à saúde a todos os cidadãos portugueses e, quem sabe, servir de inspiração aos nossos colegas farmacêuticos de outros países".

O Programa Abem foi lançado em maio de 2016 pela Associação Dignitude, uma instituição particular de solidariedade social criada pela ANF e pela Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (APIFARMA), em parceria com a Cáritas Portuguesa e a Plataforma Saúde em Diálogo. Até agora, o programa apoiou mais de 7 mil pessoas com carências económicas, garantindo o acesso a medicamentos gratuitos.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019