Investigadores descobrem novo órgão na pele que deteta a dor
27/08/2019 11:37:17
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Investigadores descobrem novo órgão na pele que deteta a dor

Uma equipa de investigadores do Instituto Karolinska, na Suécia, descobriu um novo órgão sensorial na pele que é sensível à irritação ambiental.

Este órgão é constituído por células da glia e assemelha-se a uma malha dentro da pele sensível a danos físicos dolorosos.

O estudo, publicado na revista científica Science, demonstra que as células que constituem o novo órgão são extremamente sensíveis a estímulos mecânicos e de que forma o órgão é sensível à dor, como é que é ativado e como é que se organiza. Isto através de impulsos elétricos no sistema nervoso que resultam em reações reflexas e sensação de dor.

A equipa de investigadores bloquearam esse órgão através de experiências e denotaram uma diminuição da capacidade de sentir a dor provocada por causas físicas.

Segundo o Prof. Doutor Patrik Emfors, professor do Instituto Karolinska, este estudo “mostra que a sensibilidade à dor não acontece apenas nas fibras nervosas da pele, mas também neste órgão agora descoberto. A descoberta muda o nosso conhecimento sobre os mecanismos celulares de sensações físicas e pode ser importante na compreensão da dor crónica”.

Fonte: TSF

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019