Fundação Amélia de Mello apoia investigação em síndrome de Angelman
23/05/2019 16:23:44
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Fundação Amélia de Mello apoia investigação em síndrome de Angelman

A Fundação Amélia de Mello, em parceria com a Associação Síndrome de Angelman Portugal, instituiu a Bolsa Pedro Maria José de Mello Costa Duarte 2019, uma iniciativa que apoia a investigação em Síndrome de Angelman. As candidaturas já estão abertas.

 

Esta bolsa destina-se a profissionais, estudantes e investigadores das áreas médicas e biomédicas, individualmente ou integrados em equipas, que desenvolvam trabalhos de investigação e estudos em Síndrome de Angelman, designadamente em áreas de protocolos para diagnóstico, terapêutica e investigação biomédica.

As candidaturas estão já abertas e os trabalhos podem ser submetidos até 30 de outubro. Consulte o regulamento.

 

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019