Seminário sobre "A Mulher no Desporto” decorre já no próximo sábado
02/05/2019 15:38:04
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Seminário sobre "A Mulher no Desporto” decorre já no próximo sábado

O Hospital de Santa Maria, na cidade do Porto, promove já no próximo dia 4 de maio, o IV Seminário Saúde no Desporto, este ano dedicado ao papel da mulher no desporto. Sob o título “A Mulher no Desporto”, a quarta edição deste seminário, cujo objetivo passa por analisar a influência das diferenças de género no rendimento desportivo e a apresentação de estratégias para prevenir e tratar aspetos clínicos específicos da atleta moderna, vai ter lugar no auditório da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. 

 

O encontro reúne intervenientes do processo desportivo numa discussão multidisciplinar sobre um tema que associa o Desporto e a Medicina Desportiva.

O programa conta com especialistas na área da Medicina Desportiva, Ortopedia, Nutrição, Ciência do Desporto, Fisioterapia, Psicologia e, ainda, atletas e treinadores.

Para além do debate baseado na evidência e no estado-da-arte, haverá lugar para os vários testemunhos de algumas das grandes "senhoras do desporto" em Portugal.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas através do formulário disponível no website do Hospital.

A participação neste seminário atribui 1.0 de unidades de crédito no âmbito da Formação Geral para Treinadores.

Em Portugal, tal como no resto do mundo, o número de mulheres a praticar desporto federado tem vindo a crescer de forma consistente nos últimos anos e, embora esteja ainda longe de um cenário de igualdade, as mulheres representam 30% dos atletas federados, de acordo com a última atualização de dados do Instituto Português do Desporto e Juventude (2017).

A explosão da participação atlética feminina coincidiu com o reconhecimento de que as mulheres possuem características anatómicas, fisiológicas e biomecânicas únicas. Está sobejamente descrito que as mulheres têm uma maior incidência de lesões no joelho e outras lesões ligamentares, de alterações secundárias ao défice energético (anteriormente conhecido com a Tríade da Mulher Atleta), de fraturas de fadiga ou fasceítes plantares.

“É fundamental que os profissionais se mantenham vigilantes relativamente aos aspetos de saúde relacionados com as mulheres – jovens e adultas - que levam um estilo de vida ativo ou que participam em atividades desportivas. Alguns estão relacionados com a saúde da mulher que a tornam única e, sendo única, também os aspetos do seu treino, da avaliação clínica, do acompanhamento psicológico ou da reabilitação têm de ser distintos e é isso que vamos debater neste evento”, salienta a Dr.ª Marta Massada, ortopedista no Hospital de Santa Maria e membro da comissão organizadora do Seminário. 

O programa pode ser consultado aqui.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019