Feira da Saúde revela desafios diários de um portador de esclerose múltipla
05/04/2019 15:53:04
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Feira da Saúde revela desafios diários de um portador de esclerose múltipla

A cidade de Elvas vai ser palco da 1.ª edição da Feira da Saúde, já no próximo dia 7 de abril, domingo. A Feira vai acolher a “MS Inside Out Experience”, organizada pela farmacêutica Merck, que possibilita aos participantes conhecer os desafios dos portadores de esclerose múltipla (EM). A iniciativa, organizada pela Delegação Distrital de Portalegre da Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM), em colaboração com a Câmara Municipal de Elvas, surge a propósito do Dia Mundial da Saúde, que se assinala anualmente nesse dia.

 

Reforçar a importância da prevenção, da educação para a saúde e da promoção de estilos de vida saudáveis é um dos principais objetivos. O foco está, não só na sensibilização para uma alimentação saudável e para a prática de exercício físico, mas também também mostrar as valências das associações locais, prevenir a violência doméstica e as vítimas, promovendo ainda segurança nas escolas e na estrada, e apoiar os idosos e os seus cuidadores. 

A experiência imersiva "MS Inside Out", através de tarefas físicas e virtuais, permite experienciar os sintomas, as dificuldades e as limitações das pessoas diagnosticadas com EM. O projeto desenvolvido pela Merck com o apoio de profissionais de saúde, permite que o participante faça parte de uma viagem que vai além dos desafios de um espaço tão confortável como a própria casa, mas que envolve as deslocações para o trabalho, como o metro, bem como atividades laborais.

“Só em Elvas e em Campo Maior há pelo menos 30 pessoas com esclerose múltipla. Em Portalegre, só no ano passado, foram diagnosticados mais cinco. No distrito devem ser cerca de 200 pessoas com a doença, ou mais, e muitos deles desconhecemos por se isolarem ou terem vergonha de partilhar. Queremos dar a conhecer não só o impacto da doença no dia-a-dia, como ajudar os nossos portadores a terem conhecimento sobre a quem devem recorrer em caso de dúvidas, esclarecimentos, apoios ou outros”, esclarece a Enf.ª Sandra Carvalho, coordenadora da Delegação Distrital de Portalegre da Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM).

Durante o evento vão também decorrer rastreios, caminhadas, momentos de exercício físico promovidos pelos ginásios locais envolvidos, palestras e animação musical. Além de avaliações de pressão arterial, glicemia e índice de massa corporal/peso vai ainda ser possível fazer rastreios gratuitos de cancro de pele.

 

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019