Gilead anuncia possível abordagem inovadora no tratamento da infeção por VIH
21/03/2019 16:23:38
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Gilead anuncia possível abordagem inovadora no tratamento da infeção por VIH

A Gilead Sciences, anunciou os resultados de dois estudos que suportam a continuação do desenvolvimento do GS-6207, um inovador e seletivo inibidor da função da cápside do VIH-1, com potencial utilização como parte de uma combinação terapêutica para a infeção por VIH, de ação prolongada. 

 

Dados provisórios de um estudo de Fase 1, realizado em participantes saudáveis, demonstraram que doses únicas de GS-6207 até 450 mg, administradas subcutaneamente, atingiam níveis de concentração sustentados e eram bem toleradas.

Separadamente, dados in vitro demonstraram potência picomolar com o GS-6207, inclusive contra estirpes de VIH resistentes a outras classes de antirretrovirais (ARV).

Os dados foram apresentados no âmbito do CROI, que decorreu na Conference on Retroviruses and Opportunistic Infections, em Seattle. 

“Estes estudos indicam que o GS-6207, um inibidor da cápside em investigação, que é o primeiro da sua classe, pode representar uma abordagem inovadora ao tratamento da infeção por VIH, devido às suas características de ação prolongada e à potente atividade antiviral observada in vitro”, afirmou o Dr. John McHutchison, chefe científico da Gilead Sciences.

“Os dados apresentados suportam o avanço do GS-6207 para a fase seguinte de ensaios clínicos, que visa compreender mais profundamente o seu potencial papel, como fármaco de ação prolongada, no tratamento de pessoas com infeção por VIH”, acrescenta.

A Gilead iniciou um estudo de Fase 1b do GS-6207 em pessoas com infeção por VIH. O GS-6207 é um medicamento experimental e não foi aprovado globalmente por nenhuma entidade reguladora, a respetiva segurança e eficácia não foram estabelecidas.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019