Revistas médicas científicas: “O objetivo será lutar pela qualidade da revista que se repercutirá no fator de impacto”
20/03/2019 16:40:46
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Revistas médicas científicas: “O objetivo será lutar pela qualidade da revista que se repercutirá no fator de impacto”

A propósito do 1.º Encontro da Federação Portuguesa das Sociedades Científicas Médicas, que decorreu no passado dia 13 de março, o Prof. Doutor Nuno Cardim, editor associado da Revista Portuguesa de Cardiologia, em entrevista à News Farma, falou sobre a importância do fator de impacto, métrica utilizada para avaliação da qualidade das revistas médicas científicas. Assista ao vídeo.

Fundada em 1982, a Revista Portuguesa de Cardiologia, órgão oficial da Sociedade Portuguesa de Cardiologia, tem como principal objetivo informar e formar os cardiologistas portugueses através da publicação de artigos científicos. É referenciada desde 1987 na Medline e posteriormente no Índex Copernicius.

Trata-se de uma revista de periodicidade mensal, publicada em português e em inglês desde 1999 o que permitiu a sua larga projeção no estrangeiro. “A Revista Portuguesa de Cardiologia tem como editor a Elsevier desde 2011 e, a partir dessa altura, tem vindo a adquirir um fator de impacto e quanto maior o fator de impacto, melhor a qualidade”, refere o Prof. Doutor Nuno Cardim.

Vídeo