BAY94-9027 com melhor perfil farmacocinético do que fator VIII proteína de fusão Fc recombinante
07/02/2019 16:37:59
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
BAY94-9027 com melhor perfil farmacocinético do que fator VIII proteína de fusão Fc recombinante

A Bayer apresentou novos dados clínicos na 12.ª edição do Congresso Anual da European Association for Haemophilia and Allied Disorders (EAHAD 2019), que decorre até amanhã, dia 8 de fevereiro, em Praga.  As mais recentes descobertas indicam um melhor perfil farmacocinético (PK) para BAY94-9027, um fator VIII recombinante (rFVIII) em comparação com FVIII proteína de fusão Fc recombinante (rFVIIIFc). Os dados sugerem que poderão existir diferenças farmacocinéticas fundamentais entre estas duas terapêuticas que podem influenciar a decisão médica.

 

Dados do estudo clínico principal (PROTECT VIII) demonstraram que os doentes apresentam uma boa proteção hemorrágica quando tratados profilaticamente com o rFVIII. O estudo farmacocinético apoia os resultados anteriores que sugerem que os produtos FVIII com perfis PK melhorados, tais como BAY 94-9027, podem fornecer proteção adicional contra hemorragias, proporcionando aos doentes com hemofilia A uma maior segurança.

“Este estudo comparativo sugere um perfil farmacocinético melhorado para BAY94-9027, em comparação com o FVIII proteína de fusão Fc recombinante que poderia traduzir-se em resultados clinicamente significativos para os doentes com hemofilia A”, afirma a Dr.ª Isabel Fonseca Santos, diretora médica da Bayer Portugal. 

“Compreender as diferenças em termos de farmacocinética entre os rFVIII é importante para selecionar o melhor tratamento para cada doente, e é por isso que dados como estes são tão valiosos”. 

O estudo farmacocinético de comparação direta, aleatorizada e cruzada é uma das várias apresentações na EAHAD que reflete o portefólio da Bayer em crescimento na área da hemofilia. 

“Estes dados contribuem para o aumento de evidência que demonstra a segurança e a eficácia de BAY94-9027, reforçando os mais de cinco anos de dados que sustentaram a aprovação por parte da Comissão Europeia no final do ano passado”, refere a Dr.ª Snejana Krassova, diretora de Assuntos Médicos de Hematologia na Bayer. 

“Este novo estudo continua a acrescentar ao nosso repositório de BAY94-9027evidência que demonstra o benefício que proporciona; continuamos a explorar a utilização e o impacto de rFVIII em pessoas com hemofilia A”, acrescenta. 

Existem diversos fatores que influenciam a determinação do regime de tratamento profilático ideal para cada doente, incluindo o perfil PK de um produto. Para otimizar o tratamento, os médicos podem usar a PK para determinar a quantidade de fator VIII remanescente após intervalos de tempo específicos. De seguida, podem ajustar a posologia e/ou regime de tratamento profilático para um doente com vista a ajudar a gerir a hemofilia A.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019