Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral ensina a prevenir o AVC
01/02/2019 16:25:37
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral ensina a prevenir o AVC

A Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC) organiza uma sessão de esclarecimento sobre a prevenção de um acidente vascular cerebral (AVC). A iniciativa decorre amanhã, dia 2 de fevereiro, no Hotel Sheraton, no Porto. A entrada é livre e o objetivo é esclarecer as dúvidas mais frequentes sobre a principal causa de mortalidade e incapacidade do país. 

A sessão de esclarecimentos acontece uma vez por ano e serve para alertar os participantes de que o AVC, embora que prevenível e tratável, continua a ser a doença que mais mata em Portugal. A cada hora que passa, três portugueses sofrem um AVC, um dos quais não sobrevive. Dos restantes, metade ficará com sequelas incapacitantes. Assim, “a aposta na prevenção é o caminho necessário para o combate ao AVC”, salienta o Prof. Doutor Castro Lopes, presidente da Direção da Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC). 

O Prof. Doutor Castro Lopes considera que “está nas mãos da população controlar os fatores de risco cerebral, como a hipertensão arterial, a diabetes, o tabagismo, a fibrilhação auricular, a obesidade, entre outras, adotando medidas de prevenção que passam por estilos de vida mais saudáveis”, pode ler-se no comunicado divulgado à comunicação social.

Para além da prevenção, a população pode ter também um papel ativo no tratamento do AVC. "Se as pessoas souberem reconhecer os sinais de alerta do AVC, os chamados 3 F’s (falta de Força num braço, desvio da Face e dificuldade na Fala) e, perante o aparecimento de um deles, ligar de imediato o 112, será possível encaminhar os doentes rapidamente para os hospitais capazes de fornecer os tratamentos adequados”, acrescenta o especialista, considerando que a informação é o primeiro passo para agir corretamente.

Na formação, após a introdução do presidente da SPAVC, sobre prevenção e tratamento do AVC, a médica e nutricionista Dr.ª Sandra Alves apresentará o tema “Eduque a sua alimentação. Saiba como”. A especialista reconhece a centralidade do tema, uma vez que “a alimentação é o fator que mais contribui para a saúde dos portugueses em termos de ganhos em anos de vida”.

De seguida, o presidente da Portugal AVC – Associação de Sobreviventes, Familiares e Amigos, descreverá “as vantagens de uma associação de doentes a nível nacional”. António Conceição avança que “a ação desta entidade associativa, os três vetores principais de atuação (informação, simples mas qualificada; o levar a voz dos sobreviventes; a ajuda mútua em diversas vertentes), os serviços disponibilizados e as atividades mais significativas, farão parte da intervenção na sessão de informação aberta ao público a encerrar o Congresso do AVC”.

A entrada para a sessão é livre e não sujeita a inscrição. “Apelo à população que apareça pois vale a pena aprender a defender-se de a vir a sofrer um AVC”, convidou o Prof. Doutor Castro Lopes.

 

clhkj bbebf

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019