Especialistas reúnem-se sábado na Reunião Monotemática da SPG 2019 
23/01/2019 17:24:19
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Especialistas reúnem-se sábado na Reunião Monotemática da SPG 2019 

A Reunião Monotemática da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia decorre no próximo sábado, dia 26 de janeiro, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, para abordar o cancro digestivo. 

O programa tem como foco o cancro digestivo, procurando discutir o o papel do gastrenterologista oncológico na sociedade e na Medicina em geral. 

“Um terço dos cancros está relacionado com o aparelho digestivo”, explica o presidente do evento, Prof. Doutor Rui Tato Marinho, em entrevista à News Farma. A doença é responsável por cerca de 10% de todas as causas de morte em Portugal. Por isso, o especialista considera de extrema importância reunir vários profissionais de saúde, de forma a saberem trabalhar em grupo.

Durante a sessão de abertura está previsto abordar os factos e os números relativos a este tema, sendo que o resto do dia vai decorrer ao longo de conferências e mesas-redondas. 

A Prof.ª Doutora Marília Cravo, da comissão organizadora do encontro, destaca a importância desta reunião multidisciplinar, que pretende constituir-se como uma sessão de formação nesta área. 

Segundo a especialista, nos últimos cinco anos registaram-se bastantes avanços nesta área, pelo que se torna importante discutir esta temática na formação.

Para além disso, a Prof.ª Doutora Marília Cravo destaca ainda alguns desafios impostos pela doença.A comissão organizadora é composta pelo Prof. Doutor Rui Tato Marinho, a Prof.ª Doutora Marília Cravo, o Dr. Filipe Calinas, a Dr.ª Isadora Rosa e a Dr.ª Susana Mão-de-Ferro. Para mais informações, o programa completo está disponível nesta ligação.

Vídeo

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019