Prof. Doutor Fernando Falcão Reis é o novo presidente da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia
09/01/2019 15:03:17
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Prof. Doutor Fernando Falcão Reis é o novo presidente da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia

O Prof. Doutor Fernando Falcão Reis, professor catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e diretor do Serviço de Oftalmologia do Centro Hospitalar São João, foi eleito presidente da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) para o biénio 2019-2020. A tomada de posse da nova direção decorreu no último domingo, 7 de janeiro, nas instalações da SPO.

 

Além do presidente, a direção é composta, na comissão central, pelos Dr. Rufino Martins Silva, Dr. Nuno Miguel Patrício Campos, Dr.ª Sandra Maria Soares Barrão Pinto, Dr.ª Maria Angelina Costa Meireles Silva e Dr. João Paulo Castro e Sousa.

O novo presidente é doutorado em Medicina, com agregação em Oftalmologia, pela FMUP. Ao longo da sua atividade profissional tem desempenhado diversos cargos, para além dos atuais acima enumerados, realçando-se os de consultor de Oftalmologia da carreira médica hospitalar, regente da disciplina de Oftalmologia do mestrado integrado de Medicina e diretor do Serviço de Oftalmologia da FMUP.

“Os objetivos a curto prazo da nova direção passam por manter a SPO a funcionar com o mesmo dinamismo e eficiência que caraterizaram a atuação da direção anterior, liderada pelo Prof. Doutor Manuel Monteiro Grillo, mas tudo isto com uma equipa nova e, por consequência, com novas ideias”, afirma o Prof. Doutor Fernando Falcão Reis.

“Neste momento já estamos a organizar as próximas reuniões científicas promovidas pela SPO. Podemos já anunciar a reunião do Grupo Português de Glaucoma, que vai ter lugar em Braga, nos próximos dias 15 e 16 de março. A longo prazo, a direção tem vários objetivos, entre eles a atualização dos estatutos da sociedade que datam de 1939, objetivo que assume primordial importância”, acrescenta o novo presidente da SPO. 

O especialista conclui afirmando que “a SPO é uma sociedade madura, com crédito científico firmado, aceite e respeitada nos organismos internacionais. Tem sido governada por comissões de colegas de grande prestígio entre os pares e, ao longo das últimas décadas, é de inteira justiça considerar que foi bem governada. Pretendemos continuar a procurar ser agentes catalisadores das mudanças que os sócios sentem ser necessárias, principalmente dar resposta aos anseios dos mais novos e às preocupações dos mais velhos, de forma a defender e a valorizar a SPO e a profissão”.

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019