AbbVie apresenta novos dados na área da Dermatologia em congresso europeu
17/09/2018 15:28:17
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
AbbVie apresenta novos dados na área da Dermatologia em congresso europeu

A AbbVie apresentou novos dados referentes a fármacos em desenvolvimento e a adalimumab no 27.º Congresso da Academia Europeia de Dermatologia e Venereologia (EADV), realizado entre 12 e 16 de setembro em Paris.

Num comunicado divulgado à comunicação social, o vice-presidente da área de desenvolvimento em Imunologia da AbbVie , Dr. Marek Honczarenko, refere que “embora nos últimos anos tenham sido registados avanços significativos no tratamento de doenças dermatológicas graves, alguns doentes ainda não alcançaram os objetivos terapêuticos desejados e continuam a necessitar de opções terapêuticas adicionais eficazes”.

“Os dados disponibilizados pela AbbVie no EADV refletem o nosso compromisso firme em dar resposta a estes desafios terapêuticos que ainda se colocam aos doentes, bem como a nossa busca contínua de medicamentos inovadores que elevem as expectativas terapêuticas e constituam melhorias relativamente aos atuais cuidados convencionais”, acrescenta.

A AbbVie apresentou ainda dados de três ensaios principais de fase 3 de risankizumab, um inibidor da interleucina-23 (IL-23), em investigação, em doentes com psoríase moderada a grave. Esta apresentação no evento incluiu os resultados completos do estudo IMMvent, bem como Patient Reported Outcomes (PRO) dos estudos ultIMMa-1, ultIMMa-2 e IMMvent.

Dados adicionais, PRO, resultantes de um ensaio de fase 2b que avaliou upadacitinib, um inibidor da JAK1, em investigação na dermatite atópica foram apresentados numa comunicação oral, bem como resultados de eficácia e segurança à semana 32, resultantes deste ensaio.

Risankizumab e upadacitinib não estão aprovados pelas autoridades regulamentares e a sua segurança e eficácia não foram ainda estabelecidas.

A AbbVie apresentou os resultados de eficácia e segurança a longo prazo de adalimumab na hidradenite supurativa (HS), numa comunicação oral. Dados demonstrativos da inibição a longo prazo da progressão radiográfica com adalimumab na artrite psoriática foram também divulgados numa apresentação ePoster oral, bem como dados de vida real da segurança e efetividade a longo prazo que suportam o valor de adalimumab no tratamento da psoríase moderada a grave.

Adalimumab é um dos biológicos disponíveis para o tratamento de doenças imunomediadas, sendo dos mais estudados e sustentado por mais de 20 anos de ensaios clínicos em Imunologia.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019