DGS e SICAD assinam protocolo no âmbito da deteção e prevenção da tuberculose entre utilizadores de substâncias psicoativas
19/07/2018 17:42:22
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
DGS e SICAD assinam protocolo no âmbito da deteção e prevenção da tuberculose entre utilizadores de substâncias psicoativas

A Direção-Geral da Saúde (DGS) e o Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD) decidiram definir, em colaboração, os procedimentos a adotar para a deteção e prevenção da tuberculose entre utilizadores de substâncias psicoativas. O objetivo é uniformizar e melhorar o processo de identificação precoce dos doentes com tuberculose e melhorar o resultado do tratamento da doença, entre utilizadores de substâncias psicoativas.

A DGS, através do Programa Nacional para a Tuberculose, tem a competência de promover atividades de prevenção, controlo e cuidados na área da tuberculose, no combate a tuberculose multirresistente e na abordagem da tuberculose em grupos vulneráveis, garantindo a
implementação de estratégias que visem melhorar o acesso aos cuidados de saúde, o rápido diagnóstico e o adequado tratamento e acompanhamento dos casos identificados.

O SICAD tem por missão promover a redução do consumo de substâncias psicoactlvas, a prevenção dos comportamentos aditivos e a diminuição das dependências, designadamente em grupos mais vulneráveis.

Consulte pdfaqui a norma conjunta.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019