No Dia do Transplante a Sociedade Portuguesa de Transplantação organiza encontro para debater "O Transplante e a Arte"
18/07/2018 13:03:32
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
No Dia do Transplante a Sociedade Portuguesa de Transplantação organiza encontro para debater "O Transplante e a Arte"

O Dia do Transplante é celebrado desde que este procedimento foi realizado pela primeira vez em Portugal: a 20 de julho de 1969, em Coimbra, pelas mãos do Prof. Doutor Linhares Furtado.  Num ano em que o número de transplantes em Portugal aumentou em relação a anos anteriores, a cidade acolhe o encontro 10.º Dia do Transplante, no Pavilhão Centro de Portugal, com o mote "O Transplante e a Arte". O evento é organizado pela Sociedade Portuguesa de Transplantação (SPT). 

O encontro arranca, pelas 11h15, com uma sessão solene, seguindo-se, depois de um almoço, a plantação de uma árvore. À tarde, o programa integra, ainda, um passeio na Margem do Mondego.

 

Números da transplantação em 2017

Em 2017 o número de transplantes aumentou em relação a anos anteriores, apesar de não atingir os recordes de 2009 e 2010. “Fomos os segundos a nível mundial, com 34 dadores por milhão de habitante”, afirma a presidente da SPT, Dr.ª Susana Sampaio, que salienta, no entanto, que para pelo menos manter estes números é necessário aumentar o número de elementos das equipas de Cuidados Intensivos, Coordenação e das Unidades de Transplantação.

No comunicado divulgado à comunicação social, a SPT refere que é notório o esforço desenvolvido por todas as equipas que se encontram a trabalhar no limite sem que haja investimento da tutela nesta área, quer a nível de recursos humanos quer a nível de infra- estruturas.

As celebrações do 10.º Dia do Transplante trata-se, assim, de uma efeméride que a SPT continua a lutar para que se torne uma celebração nacional, mantendo, para isso, uma petição e convidando todo os portugueses a darem o seu contributo para a criação do Dia Nacional do Transplante e que “é uma forma de homenagear, em primeiro lugar, todos os dadores, os recetores, assim como todos os profissionais envolvidos nesta área”, de acordo com a presidente da SPT.

No Dia do Transplante pretende-se “homenagear todos os intervenientes na transplantação e chamar a atenção para a transplantação através da ARTE e ao mesmo tempo divulgar algumas das suas expressões”, refere a Dr.ª Susana Sampaio, que chama a ainda a atenção para a necessidade de procurar ir mais além, dado que o número de dadores falecidos não consegue suprir as necessidades de órgãos para os doentes em lista de espera, uma forma de aumentar a doação é através da doação em vida. "São, por isso, necessárias campanhas, para sensibilizar potenciais dadores e profissionais de saúde, que poderão ajudar a responder a todas as dúvidas que possam surgir”, defende.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019