Prémio de Saúde Pública Francisco George: candidaturas terminam a 31 de agosto
19/06/2018 12:27:50
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Prémio de Saúde Pública Francisco George: candidaturas terminam a 31 de agosto

Já se encontram abertas as candidaturas ao Prémio de Saúde Pública Francisco George, que pretende distinguir trabalhos e estudos de investigação, inéditos e inovadores, em temas de Saúde Pública de relevante interesse e impacto para a defesa desta área. Os interessados têm até 31 de agosto para concorrer.

O prémio a atribuir é pecuniário, no montante de cinco mil euros, sendo que o júri poderá ainda atribuir menções honrosas, até ao máximo de duas.

No âmbito deste galardão, apenas serão admitidos trabalhos e estudos de investigação inéditos, ou seja, todos aqueles que até à data da sua apreciação pelo júri não tenham sido previamente publicados ou premiados em concurso por outra entidade.

O mérito dos trabalhos e estudos de investigação será apreciado tendo em conta o carácter de originalidade, excelência, aplicabilidade ou utilidade futura, a possibilidade da sua replicação, e a sua relevância e impacto na defesa da saúde pública.

O prémio e as menções honrosas, caso tenham sido atribuídas, e respetivos diplomas, serão entregues em cerimónia pública a realizar no Dia Mundial da Saúde, assinalado a 7 de abril.

Esta iniciativa do Ministério da Saúde foi tornada pública a 20 de outubro 2017, data em que o Dr. Francisco George cessou as funções de diretor-geral da Saúde, por limite de idade.

Para apresentar a sua candidatura, deve preencher o formulário e a carta de aceitação dos termos constantes no regulamento e remeter os dois documentos e o trabalho a concurso para o endereço de correio eletrónico sg@sg.min-saude.pt.

Mais informações disponíveis aqui.

premio c85fb


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019