MOVA conta com mais três instituições parceiras no alerta para a importância da vacinação na idade adulta
30/05/2018 16:07:42
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
MOVA conta com mais três instituições parceiras no alerta para a importância da vacinação na idade adulta

A Liga Portuguesa Contra a Sida (LPCS), a Associação Portuguesa de Asmáticos (APA) e a Associação Portuguesa de Insuficientes Renais (APIR) são, a partir de agora, membros do Movimento Doentes Pela Vacinação (MOVA). Fundado pela Respira, conta com o apoio da Fundação Portuguesa do Pulmão e do Grupo de Trabalho de Problemas Respiratórios (GRESP) da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF). Desde abril do 2017 que tem como principal objetivo sensibilizar a população, os profissionais de Saúde e os decisores políticos para a importância da vacinação na idade adulta.

 

Distintas nas patologias e nas causas que defendem, estas seis entidades unem-se na promoção dos direitos dos seus doentes. No caso da vacinação antipneumocócia, causa que originou o MOVA, todas as associações de doentes representam grupos de risco, e todas têm indicação para a fazer.

Os doentes que fazem parte destas associações têm um risco acrescido de contrair doenças graves e potencialmente fatais, como a pneumonia, uma das principais causas de morte em Portugal. É o caso de pessoas que sofrem de doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) e de outras doenças respiratórias crónicas, cuja imunidade esteja comprometida, e de pessoas que sofram de asma ou que tenham recebido um transplante.

De acordo com o MOVA, nove em cada 10 adultos com mais de 50 anos não estão vacinados contra a pneumonia e a maioria não o faz por falta de aconselhamento médico, ainda que exista, desde 2015, uma Norma da Direção-Geral da Saúde (011/2015) que recomenda a vacinação de grupos de adultos com risco acrescido de contrair doença invasiva pneumocócica (DIP).

O MOVA pretende inverter esta tendência, sensibilizar a população, profissionais de Saúde e decisores políticos para a importância da prevenção. Reconhece nas associações recém-chegadas parceiros fundamentais.

 


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019