Encontros da Primavera 2018: atualidade e relevância para a prática clínica da Oncologia
03/04/2018 16:53:32
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Encontros da Primavera 2018: atualidade e relevância para a prática clínica da Oncologia

De 11 a 14 de abril, Évora acolherá uma vez mais os Encontros da Primavera, reunindo a comunidade oncológica para mais uma edição deste que é um dos principais eventos científico na área. Em entrevista à News Farma, a Dr.ª Sandra Bento, da comissão organizadora dos Encontros da Primavera 2018, faz uma antevisão do Congresso e dá a conhecer alguns dos temas que estarão em debate.

Na edição de 2018, os participantes podem esperar “uma reunião com temas variados e atuais, de relevância e interesse para a prática clínica da Oncologia”, nas palavras da Dr.ª Sandra Bento.


Os temas discutidos focar-se-ão nos principais tipos de cancro, destacando-se pela prevalência da patologia o “cancro da mama e do cólon”. A especialista explica ainda que, "em função do desenvolvimento de terapêuticas inovadoras, nomeadamente com a utilização crescente da imunoterapia, teremos também sessões dedicadas ao cancro do pulmão, urológico e melanoma”.

No primeiro dia da reunião, a 11 de abril, os interessados terão a oportunidade de participar e

m dois cursos pré-Congresso, “Nutrição no doente oncológico” e “Gestão de toxicidades em imunoterapia".
O tema relativo à nutrição será também alvo de destaque, uma vez que o “cancro pode determinar alterações nutricionais, com impacto significativo no estado geral do doente oncológico, sendo importante a sua correção. Por outro lado, existem doentes que após o tratamento ficam com excesso de peso, para os quais é importante a promoção de estilos de vida saudáveis” sublinha a Dr.ª Sandra Bento.

No que diz respeito ao curso pré-Congresso "Gestão de toxicidades em imunoterapia", a especialista acrescenta que “independentemente da origem da neoplasia, cada vez mais doentes fazem imunoterapia. Esta é uma terapêutica usada em diferentes tipos de cancro e por isso é preciso aprender a gerir as toxicidades, daí a relevância do tema”.

“Palestrantes de reconhecido mérito científico" irão debater ao longo dos quatro dias de evento questões relacionadas com a área da Oncologia, mas também jovens especialistas foram convidados a participar na apresentação das sessões, de forma a partilhar experiências e conhecimento.

O destaque às comunicações será mantido e, tal como na edição anterior, continuarão a ser apresentadas na sala principal. Esta medida pretende estimular a apresentação de trabalhos originais e com pertinência na área da Oncologia, pelo que “esperamos que haja uma participação ativa dos congressistas”.

Para finalizar, e no que diz respeito às expectativas, a Dr.ª Sandra Bento, espera que este encontro continue com “o elevado nível mantido até agora e que contribua para a formação e atualização dos oncologistas, com a finalidade de tratar melhor os nossos doentes, que foi sempre o principal objetivo da Oncologia”.

Bento Dra. Sandra 3fcb6

Mais informações no site oficial do evento.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019