Gastro Expert Meeting’17 promove o debate em torno da doença inflamatória intestinal
16/11/2017 14:42:16
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Gastro Expert Meeting’17 promove o debate em torno da doença inflamatória intestinal

A Cidade do Futebol, no Dafundo, foi o palco da primeira edição do evento “Gastro Expert Meeting”, promovido pela Takeda, no dia 11 de novembro. Esta reunião científica juntou, no mesmo espaço, dezenas de especialistas, que trocaram experiências sobre a abordagem de tratamento da doença inflamatória intestinal (DII). Veja alguns destes momentos na galeria de imagens.

Após uma breve apresentação, o Dr. RJ Lasek, Country Lead da Takeda Portugal, informou que a companhia procura reforçar o compromisso no desenvolvimento de soluções terapêuticas na área da Gastrenterologia.

Especificamente no contexto da DII, a Takeda desenvolveu o vedolizumab (anticorpo anti-integrina α4β7), aprovado para o tratamento da Colite Ulcerosa e para a Doença de Crohn. “Três anos após a aprovação de vedolizumab, por parte da Food and Drug Administration (FDA) e pela Agência Europeia do Medicamento (EMA), este fármaco já se encontra disponível em mais de 45 países, incluindo Portugal”, adiantou o responsável.

Depois de uma introdução do Dr. RJ Lasek e do Prof. Doutor Fernando Magro, presidente do Grupo de Estudo da Doença Inflamatória Intestinal, seguiu-se a intervenção da Dr.ª Joana Torres, assistente hospitalar de Gastrenterologia no Hospital Beatriz Ângelo, a propósito do tema “Imunossupressão: a relação benefício-risco”.

Seguindo a agenda do evento, a apresentação seguinte ficou a cargo do Prof. Doutor Fernando Magro, que analisou os dados que reforçam “A importância da primeira escolha”. O Prof. Doutor Stefan Schreiber, um reputado especialista alemão, também protagonizou uma palestra sobre a “Seletividade no tratamento da DII”, apresentando os dados mais recentes de segurança e de eficácia com vedolizumab.
Após esta ronda de comunicações, e no âmbito do GASTRO INTERACT, um grupo de seis especialistas debateram, em pares, três casos clínicos, contando com a participação interativa da plateia na resolução de cada caso.

No período da tarde, e sob o mote “Qual o caminho para o doente com DII”, decorreu uma mesa-redonda, moderada pelo Prof. Doutor Fernando Magro, que contou com a intervenção de quatro especialistas portugueses. Por último, o Prof. Doutor Fernando Magro apresentou as conclusões principais e resumiu as principais mensagens de cada comunicação.

 


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019