Conselho Português para o Cérebro elege órgãos sociais e programa de ação
02/11/2017 16:07:52
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Conselho Português para o Cérebro elege órgãos sociais e programa de ação

O Conselho Português para o Cérebro (CPC) procedeu à eleição de órgãos sociais e programa de ação em outubro último, na respetiva sede, sita na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, finalizando assim o processo institucional de eleição e de apresentação formal do programa de ação.

De lembrar que o CPC foi idealizado e fundado num passado não muito distante, posteriormente apresentado em ato solene na Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra na presença de todas as Sociedades Científicas Signatárias (Sociedade Portuguesa de Neurologia, Sociedade Portuguesa de Neurorradiologia, Sociedade Portuguesa de Neuropediatria, Sociedade Portuguesa de Neurocirurgia, Sociedade Portuguesa de Neurociências, Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde mental), durante a Brain Week - Semana Internacional do Cérebro e da Neurorradiologia, que decorreu de 31 maio a 6 junho de 2017.

Presidido por António Freire Gonçalves, diretor do Serviço de Neurologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, o CPC reúne numa entidade, sem fins lucrativos, diversas sociedades científicas, especialistas da saúde, grupos profissionais e associações de doentes e seus familiares/cuidadores, com interesse comum no estudo e na assistência na área do sistema nervoso, visando estatutariamente “a promoção do conhecimento do sistema nervoso e das suas afeções”.

Para além da “investigação neste campo”, é preocupação do Conselho divulgar “informação relevante no que diz respeito aos avanços do conhecimento em Neurociência e demonstrar a pertinência do investimento na investigação científica, como forma de melhorar a assistência e o tratamento dos doentes com afeções do sistema nervoso.

O Conselho apresenta também como motivação prioritária o estreitamento significativo de relações com o European Brain Council, organismo que, na União Europeia, persegue os mesmos objetivos, reunindo associações de vários países europeus com interesses específicos na investigação do sistema nervoso.

Compõem os órgãos sociais eleitos, os seguintes elementos:

Direção:
Presidente: António Freire Gonçalves (neurologista);
Vice-Presidentes: Pedro de Melo Freitas (neurorradiologista); Rita Lopes Silva (neuropediatra); Ana Cristina Rego (neurocientista); Pedro Alberto Pinto da Silva (neurocirurgião);
Assembleia Geral: Presidente - Pedro Fernando Cabral Varandas (psiquiatra); vogais: Pedro Ferro Vilela (neurorradiologista) e Manuel Correia (neurologista);
Conselho Fiscal: Presidente - Isaura Ferreira Tavares (neurocientista); vogais: Maria Manuela Almeida Santos (neuropediatra) e Cristina Januário (neurologista).


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019