Lusíadas Saúde apela ao combate e prevenção da obesidade infantil
11/10/2017 17:36:40
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Lusíadas Saúde apela ao combate e prevenção da obesidade infantil

“A obesidade infantil ensina coisas às crianças que elas nunca deveriam saber”. É esta a primeira mensagem que se lê na nova plataforma dedicada à obesidade infantil que o grupo Lusíadas Saúde acaba de lançar, com o objetivo de ajudar as famílias portuguesas no combate à obesidade infantil e na prevenção da mesma.

O site www.rotasaude.lusiadas.pt conta agora com uma área exclusiva dedicada à obesidade infantil, com informação e conselhos disponíveis 24 horas e com a validação científica do corpo clínico do grupo hospitalar.

O lançamento da iniciativa é acompanhado de um vídeo que demonstra crianças a falar sobre possíveis patologias associadas à obesidade. “Sendo a nossa missão ajudar as pessoas a terem uma vida mais saudável, sentimos que devemos ter voz ativa em relação a esta epidemia”, explica o Dr. José Carlos Magalhães, presidente da Lusíadas Saúde.

“Queremos alertar pais, cuidadores e a sociedade em geral, não apenas em relação aos problemas provocados pelo excesso de peso, como também para a necessidade de incentivar a prevenção através de hábitos de alimentação mais saudável e da prática de exercício físico regular”, adianta.

Segundo o Dr. Leopoldo Matos, coordenador do conselho médico da Lusíadas Saúde, “a obesidade infantil é uma questão de Saúde Pública e vai muito para além de uma questão estética. Em Portugal, cerca de 1/3 das crianças têm excesso de peso e 17% sofrem de obesidade. Estes números são alarmantes, tendo em conta que estas crianças correm o risco de vir a sofrer de patologias associadas à obesidade”. Entre elas, diabetes, colesterol elevado, hipertensão arterial, fígado gordo ou apneia do sono.

Esta nova área da plataforma “Rota da Saúde Lusíadas” contém artigos de vários especialistas, nomeadamente pediatras, nutricionistas, psicólogos, endocrinologistas, entre outros.

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019