Após 30 anos há uma nova indicação de um contracetivo para o tratamento da acne
21/09/2017 12:15:00
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Após 30 anos há uma nova indicação de um contracetivo para o tratamento da acne

No âmbito da 7.ª Reunião da Sociedade Portuguesa da Contraceção (SPDC), que se realiza nos dias 22 e 23 de setembro, no Centro de Congressos Exponor, Matosinhos, irá decorrer um simpósio que visa debater as novidades e novas recomendações da Agência Europeia do Medicamento no tratamento da acne moderada com contraceção oral. Pela primeira vez em 30 anos, um contracetivo recebe uma nova indicação para tratamento da acne.

O simpósio “Contraceção e Acne: o que há de novo?”, agendado para o dia 23 de setembro, entre as 10h45 e as 11h25, vai contar com a presença da Dr.ª Fátima Palma, ginecologista do Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC), do Dr. Cláudio Rebelo, ginecologista do CUF Porto Hospital, e da Dr.ª Marta Pereira, dermatologista da Unidade Local de Saúde de Matosinhos. Os especialistas vão discutir a nova indicação da pílula contracetiva dienogest 2 mg + etinilestradiol 0,03 mg, que possibilita uma nova opção de tratamento de segunda linha no tratamento da acne moderada nas mulheres.

Segundo um estudo do Portuguese Acne Advisory Board, a acne vulgar é, provavelmente, a doença cutânea mais frequente, afetando 85% a 100% da população em qualquer momento da sua vida. Contudo, geralmente é um problema que aparece sobretudo nas pessoas mais jovens e durante a adolescência e, especificamente, nas mulheres até aos 25 anos de idade.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019