Evolocumab reduz colesterol-LDL para valores muito baixos de forma eficaz e segura
31/08/2017 16:46:09
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Evolocumab reduz colesterol-LDL para valores muito baixos de forma eficaz e segura

A Amgen anunciou ontem uma nova análise do estudo Fourier que demonstrou a existência de uma relação direta progressiva e estatisticamente significativa entre a redução dos níveis séricos de colesterol-LDL para valores muito baixos e a redução da taxa de eventos cardiovasculares em doentes com doença cardiovascular aterosclerótica estabelecida.

Não foi identificado um limite mínimo de colesterol-LDL abaixo do qual não se confirmasse a redução do risco de eventos cardiovasculares e não foram detetados novos efeitos na segurança do tratamento com evolocumab.

Os resultados foram apresentados ontem à tarde numa sessão do Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia (ESC Congress 2017) em Barcelona e simultaneamente publicados online na reconhecida revista científica The Lancet.

Robert P. Giugliano, da Harvard Medical School, e autor principal desta análise, afirmou que “com esta análise, demostrámos adicionalmente a segurança e a eficácia de conseguir atingir níveis de LDL-colesterol bastante abaixo dos valores recomendados como alvo atualmente. Esta descoberta, que decorre da análise de dados de um grupo elevado de doentes que atingiram níveis de c-LDL muito baixos, suporta a utilização de terapêuticas de redução intensiva de lípidos como por exemplo a combinação de evolocumab com estatinas, em doentes de elevado risco, de modo a reduzir de forma segura o risco de ocorrência um novo evento cardiovascular”.

Aceda aqui ao artigo “Clinical efficacy and safety of achieving very low LDL-Cholesterol concentrations with the PCSK9 inhibitor evolocumab: a prespecified secondary analysis of Fourier trial” publicado em www.thelancet.com.

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019