Comissão Europeia aprova glecaprevir/pibrentasvir para o tratamento da hepatite C
04/08/2017 17:05:36
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Comissão Europeia aprova glecaprevir/pibrentasvir para o tratamento da hepatite C

A AbbVie anunciou recentemente que a Comissão Europeia aprovou a Autorização de Introdução no Mercado de glecaprevir/pibrentasvir (G/P), um tratamento de toma única diária, sem ribavirina, para pessoas infetadas pelo vírus da hepatite C (VHC) em todos os principais genótipos (GT1-6). A decisão é suportada por uma taxa de cura de 97,5% entre esta população de doentes.

G/P é uma nova opção de curto tratamento, oito semanas, para pessoas infetadas pelo VHC, sem cirrose e sem tratamento prévio, o que equivale a cerca de 71 milhões de pessoas infetadas em todo o mundo. Nas palavras do Dr. Michael Severino, vice-presidente executivo do departamento de investigação e desenvolvimento da AbbVie, trata-se de uma “inovação” que “tem o potencial de ir de encontro às diferentes necessidades dos doentes europeus infetados, em apenas oito semanas”.

Já o Dr. Stefan Zeuzem, responsável pelo departamento de Medicina no Hospital Universitário J.W. Goethe na Alemanha, garante que a nova terapêutica “elimina muita da complexidade da avaliação do doente que era necessária antes do início do tratamento”.

A Autorização de Introdução no Mercado é suportada por uma taxa de cura de 97,5% alcançada em doentes com características populacionais e virais diversas, incluindo os afetados com doença renal crónica. Em doentes com cirrose compensada foi observada uma taxa de cura de 98% com 12 semanas de tratamento. A terapêutica foi analisada em oito estudos do programa de desenvolvimento clínico da AbbVie, que avaliaram mais de 2.300 doentes de 27 países.

O regime terapêutico G/P da AbbVie está agora disponível para comercialização nos 28 estados-membro da União Europeia, bem como na Islândia, Liechtenstein e Noruega. O novo tratamento em investigação está também em revisão acelerada na Food and Drug Administration (FDA), nos Estados Unidos da América.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019