Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho distinguido como o primeiro “Certified ESO Stroke Centre” da Europa
13/07/2017 16:16:38
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho distinguido como o primeiro “Certified ESO Stroke Centre” da Europa

A Unidade do AVC e a Unidade de Neurorradiologia de Intervenção do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho receberam ontem a distinção de “First Certified ESO Stroke Centre”, atribuída pelo European Stroke Organisation (ESO). Portugal tornou-se, assim, o primeiro país da Europa a ter um centro certificado para o tratamento de AVCs.

O Dr. Miguel Veloso, coordenador da Unidade do AVC, não tem dúvidas de que esta certificação é “fruto de um trabalho imenso de um grupo de pessoas e de uma capacidade organizativa que foi pedida ao Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho aquando a aprovação de novos tratamentos na área do AVC agudo” e acrescenta que nada teria sido possível “sem a preciosa colaboração da Unidade de Neurorradiologia de Intervenção”. Quanto aos resultados, o médico revela que “a melhor maneira de tratar e minimizar as consequências de um AVC é oferecer o tratamento clinicamente indicado o mais rapidamente possível, sendo para isso necessária uma disponibilidade nas 24 horas do dia durante todos os dias da semana”.

Já o Dr. Manuel Ribeiro, responsável pela Unidade de Neurorradiologia de Intervenção, afirma que o mérito desta conquista é de “todos”, referindo-se à Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC), à Sociedade Portuguesa de Neurorradiologia de Intervenção (SPNI), e também a todas as Unidades de AVC que colaboram com o Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho.

Em nome da direção da SPAVC, o Prof. Doutor José Castro Lopes mostrou “grande satisfação” por existirem profissionais extremamente empenhados “para que se morra menos e se fique menos inválido pelo flagelo que é o AVC no nosso país”, trabalho agora reconhecido com um “galardão internacional de excelência que vai ficar para a história no combate ao AVC em Portugal”. Recorde-se que o AVC é a primeira causa de mortalidade e incapacidade no aís.

A distinção foi anunciada recentemente pela ESO na sua plataforma online.

 

Distincao avc gaia 42913


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019