Projeto “Code Mode” vence a 5.ª edição do Prémio Maria José Nogueira Pinto
Projeto “Code Mode” vence a 5.ª edição do Prémio Maria José Nogueira Pinto

Ao final da tarde de ontem, dia 6 de julho, a Casa Museu Medeiros e Almeida, em Lisboa, encheu-se para assistir à cerimónia da 5.ª edição do Prémio Maria José Nogueira Pinto em Solidariedade Social. De entre 94 candidaturas, o projeto “Code Mode” da Santa Casa da Misericórdia de Peso da Régua foi o escolhido pelo jurí, recebendo, assim, um prémio no valor de 10 mil euros.

Em entrevista à News Farma, após ter recebido o prémio pelas mãos do presidente da República, o Dr. Manuel Mesquita, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Peso da Régua, explicou que este projeto pretende contribuir para transformar as crianças do concelho em cidadãos ativos, autónomos e capazes de se adaptar a uma economia competitiva. Um dos horizontes da equipa é alargar o projeto a outras regiões do país.

 

 

O Prémio Maria José Nogueira Pinto em Responsabilidade Social foi instituído em 2012 pela MSD. Em entrevista à News Farma, o Dr. Vítor Virgínia, diretor geral da empresa, garantiu que apoiar este tipo de iniciativas faz parte da identidade da MSD e que o difícil é mesmo escolher um único vencedor. A mesma opinião foi partilhada pela Dr.ª Maria de Belém Roseira, presidente do Júri, que, ainda assim, evidenciou algumas das caraterísticas do projeto “Code Mode” que fizeram dele “um justo vencedor”. A ex-ministra da Saúde revelou também que este tipo de iniciativas deve ter um efeito de “contágio positivo” para a sociedade.

 

 

Nesta edição, o júri decidiu atribuir ainda quatro Menções Honrosas aos seguintes projetos: "Dreaming with survivors", da Associação Acreditar de Coimbra; "Inserção-Biokairós" da Kairós - Cooperativa de Incubação de Iniciativas de Economia Solidária de Ponta Delgada; "SMS + Cuidadores: Inovação Social no Paradigma da Responsabilidade Social" da Santa Casa da Misericórdia de Marco de Canaveses; e "Super Babysitters" da F2 - Associação de Apoio Família-A-Família de Lisboa.

Durante a cerimónia foi também lembrada a personalidade de Maria José Nogueira Pinto, nas palavras da Dr.ª Maria de Belém Roseira, uma mulher que “merece ser celebrada pela força e tenacidade com que viveu”. Num discurso emotivo, o Dr. Jaime Nogueira Pinto apelou à solidariedade dos projetos que concorreram ao prémio para continuarem o trabalho “que ela sempre foi fazendo, como se dela dependesse a vida dos outros”. Já o Prof. DOutor Marcelo Rebelo de Sousa realçou o carater ativista e lutador de Maria José Nogueira Pinto, que “construía vida na vida dos outros”.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019