EMA autoriza comercialização de chenodeoxycholic acid
30/06/2017 17:05:44
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
EMA autoriza comercialização de chenodeoxycholic acid

A Leadiant GmbH, recebeu, no início deste mês, autorização da Agência Europeia do Medicamento (EMA) para comercializar chenodeoxycholic acid. O medicamento está indicado para o tratamento de problemas congénitos na síntese de ácido biliar, derivados de uma deficiência de esterol-27-hidroxilase, que se manifesta como Xantomatose Cerebrotendinosa (CTX) em bebés, crianças, adolescentes, e adultos.

O chenodeoxycholic acid está também incluído no Registo de Medicamentos Órfãos da Comissão Europeia, um estatuto atribuído a medicamentos que tratam doenças raras e que lhe e que lhe confere exclusividade no mercado durante 10 anos.

Na palavras do Dr. António Gama da Silva, Managing Director da empresa, a autorização atribuída ao Chenodeoxycholic Acid representa “um passo importante no sentido de assegurar o acesso dos doentes com CTX a este tratamento na União Europeia”, garantindo que a Leadiant GmbH “vai trabalhar em conjunto com grupos de doentes, profissionais de saúde e entidades reguladoras de modo a tornar este acesso uma realidade”.

O pedido de autorização de introdução deste medicamento no mercado foi sustentado nos resultados de dois estudos clínicos retrospetivos realizados em grandes centros de tratamento da CTX na Holanda e em Itália. Ambos os estudos demonstram melhorias nas anomalias bioquímicas e a resolução de manifestações e sintomas da doença, que foram aliviados ou estabilizados na maioria dos doentes ao longo do estudo. Contudo os efeitos são ligeiros ou moderados e não prolongados.

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019