Prémio Nacional de Gastrenterologia 2016 atribuído à Dr.ª Joana Torres
09/06/2017 16:34:55
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Prémio Nacional de Gastrenterologia 2016 atribuído à Dr.ª Joana Torres

A Dr.ª Joana Torres, médica gastrenterologista do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, foi distinguida com o Prémio Nacional de Gastrenterologia 2016, no valor de 30 mil euros, pelo trabalho “Expressão do recetor Farnesóide X na colite microscópica: um possível papel na fisiopatologia da doença”.

O trabalho incidiu na colite microscópica (CM) uma doença inflamatória intestinal idiopática, que afeta especialmente os idosos, provocando diarreia não sanguinolenta, incontinência, diarreia noturna e, por vezes, perda ponderal.

Atualmente esta patologia é considerada a causa de diarreia crónica em entre 4% a 13% dos casos. “Vários estudos mostraram que a maioria dos doentes responde à terapêutica com corticóides, mas estima-se que cerca de 13% dos doentes necessitem de terapêutica imunossupressora e, raramente, cirurgia”, explica a Sociedade Portuguesa de Gastroenterologia em comunicado enviado às redações.

O Prémio Nacional de Gastrenterologia é o mais importante da especialidade, tem como objetivo distinguir trabalhos científicos inéditos, de excelência no âmbito da gastrenterologia. O valor do Prémio Nacional de Gastrenterologia para o ano de 2016 é de 30 mil euros.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019