AbbVie anuncia quatro novas parcerias globais focadas na investigação e desenvolvimento
16/02/2017 17:36:05
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
AbbVie anuncia quatro novas parcerias globais focadas na investigação e desenvolvimento

A AbbVie anunciou recentemente o estabelecimento de quatro novas parcerias com as principais empresas de investigação e desenvolvimento (I&D) em Saúde, com o objetivo de contribuir para avanços científicos e incluir as novas descobertas nas áreas-chave do seu pipeline.

Com mais de 50 moléculas em investigação clínica, o pipeline da AbbVie abrange áreas com necessidades médicas significativas, tais como a Oncologia, a Imunologia, as Neurociências e a Virologia.

“Pretendemos contribuir para o desenvolvimento dos tratamentos mais importantes para o futuro através do investimento em tecnologias de ponta e da conquista de descobertas científicas”, refere o Dr. Michael Severino, vice-presidente executivo do departamento de I&D da AbbVie. “A combinação entre a experiência da AbbVie na descoberta e desenvolvimento e a investigação inovadora dos parceiros externos irá acelerar o ritmo da inovação de novos medicamentos para a próxima geração de tratamentos médicos”, acrescenta o especialista.

Oncologia

A AbbVie e a Pure MHC, uma companhia privada com foco na inovação terapêutica, vão iniciar um protocolo conjunto de investigação e licenciamento na descoberta e validação de alvos peptídicos, para utilização da terapêutica com recetores de células T em vários tipos de cancro. Esta colaboração procurará identificar a coleção de alvos peptídicos para futuras pesquisas em vários tipos de tumores e promover o desenvolvimento contínuo da AbbVie de terapêuticas de Imuno-Oncologia de próxima geração.

Ainda, a AbbVie iniciou uma licença exclusiva com a Dong-A-ST, uma das principais empresas da Coreia do Sul especializada em I&D em Saúde, para a utilização de inibidores MerTK em desenvolvimento pré-clínico em conjunto com terapêuticas imuno-oncológicas. Esta colaboração irá explorar a combinação dos inibidores MerTK em conjunto com os agentes anticancerígenos de vários tipos de tumores sólidos do portefólio da AbbVie. A adição deste mecanismo fará avançar a investigação existente na AbbVie na área da terapêuticas de Imuno-Oncologia e complementará o seu pipeline em Oncologia, em desenvolvimento para quase 20 tipos de cancro.

Imunologia

A AbbVie e a Zebra Biologics, uma companhia biotecnológica, formaram uma parceria para a descoberta de terapêuticas de anticorpos agonistas para as doenças inflamatórias. A Zebra investigará possíveis descobertas de anticorpos agonistas e colaborará com a AbbVie na validação pré-clínica dos candidatos clínicos selecionados. Após o avanço dos candidatos clínicos, a AbbVie será a responsável pelo desenvolvimento clínico, produção, aprovação regulamentar e comercialização mundial.

Genómica

A AbbVie e a Genomics Medicine Ireland (GMI), uma start-up na área das ciências da vida, iniciaram uma parceria para realizar um estudo genómico à população na Irlanda. Esta parceria irá sequenciar os genomas de 45 mil voluntários daquele país. Os dados a incluir serão originados de pessoas com vários tipos de doenças imunomediadas, distúrbios neurológicos e cancro, bem como de pessoas não afetadas por estas doenças. Ao incorporar os dados genotípicos e fenotípicos de uma ampla amostra da população, esta parceria visa compreender melhorar a biologia humana e a etiologia da doença para descobrir novos alvos terapêuticos e identificar biomarcadores. A AbbVie irá utilizar a investigação para selecionar alvos para desenvolvimento de terapêuticas, bem como o potencial desenvolvimento de diagnósticos fidedignos para condições clínicas selecionadas. A GMI é apoiada por investidores da ARCH Venture Partners, da Polaris Partners, e da GV (anterior Google Ventures) e pelo Fundo de Investimento Estratégico da Irlanda.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019