Antevisão das XLVI Conferências de Genética Doutor Jacinto Magalhães
02/02/2017 16:51:28
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Antevisão das XLVI Conferências de Genética Doutor Jacinto Magalhães

Começam amanhã, dia 3 de fevereiro, no Porto, as XLVI Conferências de Genética Doutor Jacinto Magalhães. Este ano, o tema central do encontro é “Neurogenética Pediátrica”, o qual abordará questões relacionadas com o diagnóstico, tratamento e acompanhamento de doenças com base genética estabelecida. Em entrevista à News Farma, a Dr.ª Gabriela Soares, do Centro de Genética Médica Jacinto Magalhães - Centro Hospitalar do Porto e membro da Comissão Organizadora do encontro, faz uma antevisão da reunião e refere quais as suas expectativas em relação à mesma.

O tema central do encontro “pretende abordar algumas patologias neurológicas com atingimento sobretudo na idade pediátrica e que têm uma etiologia predominantemente genética”, explica a especialista. Sobre a construção do programa, a Dr.ª Gabriela Soares refere que “procurámos um tema que tivesse interesse não só para quem trabalha na área da Genética, mas que abrangesse outras especialidades médicas, e que considerássemos que tinha relevância de ser abordado de forma mais abrangente, tendo em conta os novos desenvolvimentos na área dos estudos genéticos”.

Nas conferências, serão atribuídos dois prémios, à melhor comunicação oral e à melhor comunicação em poster. “A atribuição destes prémios visa incentivar a submissão de trabalhos de investigação clínica e/ou laboratorial de elevada qualidade”, explica a especialista.

A Dr.ª Gabriela Soares diz ter “boas expectativas de que teremos uma reunião muito participada por profissionais de áreas diversificadas, com palestrantes que se destacam pela excelência nas suas áreas” e espera “que surjam oportunidades para troca de experiências enriquecedoras e de discussão científica de elevado nível”.

Já na 46.ª edição, as Conferências de Genética Doutor Jacinto Magalhães “têm tentado acompanhar a enorme evolução que tem havido na área da Genética nos últimos anos, nomeadamente com o aparecimento de técnicas laboratoriais inovadoras que permitem facilitar e aumentar os diagnósticos genéticos, mas que também levantam vários desafios aos profissionais que lidam com doentes afetados de patologias de etiologia genética e os seus familiares. Tenta-se assim abordar as várias questões que surgem associadas ao estudo destas doenças complexas”.

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019