SPAVC: Bolsa de investigação distingue melhor projeto na área da doença vascular cerebral
SPAVC: Bolsa de investigação distingue melhor projeto na área da doença vascular cerebral

A Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC) abriu um concurso para atribuição de uma bolsa de investigação em doença vascular cerebral, no montante de 5 mil euros. Serão também entregues oito prémios para as melhores apresentações no âmbito do 11.º Congresso Português do AVC, agendado para fevereiro.

“Esta bolsa, de periocidade anual, destina-se fundamentalmente a financiar parcial ou totalmente o melhor projeto de investigação científica na área da doença vascular cerebral”, avança o Prof. Doutor José Castro Lopes, presidente da SPAVC. As candidaturas podem ser enviadas via e-mail até ao dia 10 de janeiro de 2017. Apenas serão admitidos projetos de trabalhos científicos a serem realizados, pelo menos parcialmente, em instituições portuguesas.

O presidente da SPAVC explica que a bolsa decorre do artigo 3.º dos estatutos da SPAVC, o qual refere que “a SPAVC tem um objetivo de cariz social, concretamente traduzido na prevenção e redução da mortalidade, morbilidade e incapacidade devidas ao acidente vascular cerebral, e na promoção do estudo, investigação e educação sobre esta doença, mediante a criação de planos de ação e de apoio, identificando os níveis de intervenção mais efetivos, assim contribuindo para a melhoria da Saúde em Portugal”, cita o documento.

O Prof. Doutor José Castro Lopes frisa ainda que “o júri terá em conta o interesse da candidatura, bem como o mérito científico dos candidatos e instituições participantes, de acordo com uma grelha de avaliação com critérios bem definidos pela SPAVC”.

Para além desta distinção, a SPAVC atribuirá oito prémios no âmbito do 11.º Congresso Português do AVC: três prémios para as três melhores apresentações orais, com um 1.º prémio no valor de 1500 euros, um 2.º prémio no valor de mil euros e uma menção honrosa correspondente à inscrição no Congresso Português do AVC do ano subsequente; um prémio para a melhor apresentação oral em caso clínico no valor de mil euros; três prémios para as três melhores apresentações em cartaz, com um 1.º prémio para o ESOC 2017 (viagem, alojamento e ingresso) um 2.º prémio no valor de 500 euros e uma menção honrosa correspondente à inscrição no Congresso Português do AVC do ano subsequente. A SPAVC inova ainda com um prémio denominado SPAVC 2017, destinado a premiar o melhor trabalho sobre AVC da autoria de enfermeiros ou técnicos da área do AVC, no valor de mil euros.

“Pretende-se reconhecer o interesse que essas classes profissionais têm no combate ao AVC e o dinamismo que demonstram ao participar nas organizações que vamos fazendo ao longo do ano”, explica o neurologista. Os prémios serão entregues no decurso do congresso, agendado para os dias 2, 3 e 4 de fevereiro de 2017, no Porto.

Num último apelo à participação dos especialistas interessados, o presidente da SPAVC lembra que “estamos a tratar da primeira causa de morte e invalidez de Portugal, pelo que toda a investigação e trabalhos científicos são bem-vindos”, destacando ainda o papel da valorização científica na internacionalização dos trabalhos nacionais.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019