Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia atribui bolsas de investigação

22/06/16
Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia atribui bolsas de investigação

O Dr. Paulo Caldeira e o Dr. Diogo Libânio foram os dois premiados com bolsas de investigação, no valor de 16.224 euros e 12.500 euros, respetivamente, atribuídas pela Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG).

A equipa do Dr. Paulo Caldeira, responsável pelo projeto “Insights into Matrix Gla protein (MGP) regulation in colorectal cancer”, propõe-se estudar a regulação da MGP no carcinoma colorretal. O projeto foi realizado em colaboração entre o Serviço de Gastrenterologia do Centro Hospitalar do Algarve e o Laboratório Bioskel do CCMAR, Universidade do Algarve.

A MGP é uma proteína amplamente difundida nos tecidos humanos e que se associa a diferentes processos fisiológicos e patológicos, nomeadamente a processos de calcificação, de formação de cálculos urinários, de lesão osteoarticular e de aterosclerose e envelhecimento. Foi também proposto o seu papel nos processos de carcinogénese.

Assim, e na sequência de resultados preliminares, a equipa pretende investigar a desregulação da MGP/gene MGP no carcinoma colorretal, identificar os estadios tumorais e os mecanismos genéticos associados a esta desregulação. Propõe-se ainda avaliar o seu valor clínico e a sua correlação com outros biomarcadores oncológicos já conhecidos.

Para o Dr. Paulo Caldeira “ao atribuir a bolsa, a SPG reconhece a validade e o interesse científico do projeto, numa área fulcral na investigação biomédica: a carcinogénese humana. Por outro, valoriza a cooperação e o encontro de ideias, que procuramos estreitar, entre o conhecimento das ciências clínicas e o conhecimento das ciências básicas”. Acrescenta ainda que “esta bolsa é também um estímulo crucial para o arrancar deste projeto, sem a qual dificilmente teríamos sucesso”.

A outra bolsa de investigação foi atribuída à equipa liderada pelo Dr. Diogo Libânio pelo projeto “MicroRNAs and microbioma in gastric carcinogenesis and their association with different innate immunity expression profiles”. Este estudo tem como objetivo compreender as vias de carcinogénese gástrica e clarificar o papel dos microRNAs e do microbioma nesta cascata de carcinogénese, podendo ainda contribuir para a identificação de biomarcadores para o diagnóstico não invasivo de lesões gástricas pré-malignas. O projeto será realizado em colaboração com outros grupos de investigação do IPO e da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

Para o Dr. Diogo Libânio “a realização deste tipo de estudos, além dos vastos recursos humanos que aloca, exige a utilização de recursos técnicos e reagentes dispendiosos, pelo que a prossecução do estudo apenas é possível graças ao apoio concedido”, acrescentando: “agradeço à SPG o apoio e a confiança no sucesso deste projeto, na linha do que a SPG tem vindo a efetuar não só com a investigação, como com a formação dos seus associados”.

Partilhar

Publicações