14/03/2013 10:58:34
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Santarém recebe rastreio gratuito ao Aneurisma da Aorta Abdominal

No próximo dia 13 de abril, a campanha Aorta é Vida, em parceria com o Hospital Privado de Santarém (HPS), vai realizar um rastreio gratuito ao Aneurisma da Aorta Abdominal (AAA), entre as 9h e as 18h.O rastreio, dirigido sobretudo a homens com idade igual ou superior a 65 anos e com historial de tabagismo, é constituído por um exame de ecografia abdominal, seguido de uma consulta com um médico da especialidade.



De acordo com Augusto Ministro, cirurgião vascular do HPS, esta iniciativa visa "informar e sensibilizar a população da região para esta doença e promover o seu diagnóstico precoce, essencial para a vigilância do doente e para a seleção do tratamento mais adequado".

O especialista refere ainda que "o aneurisma de aorta abdominal é uma doença ainda muito desconhecida da população portuguesa e que, no caso de não ser detetada atempadamente, pode provocar uma rutura do aneurisma e consequentemente levar à morte do doente".

O AAA é a 12ª causa de morte nas sociedades ocidentais, tratando-se de uma doença grave, silenciosa e uma das principais causas de morte súbita em indivíduos acima de 55 anos. Nos casos em que o AAA não seja detetado precocemente e ocorrendo a sua rutura, os dados internacionais indicam uma mortalidade pré-hospitalar de cerca de 50 por cento, e nos sobreviventes até à cirurgia existe uma mortalidade peri-cirúrgica igualmente de cerca de 50 por cento.

Estima-se que, na Europa, 80 milhões de pessoas com mais de 65 anos estejam em risco de desenvolver um AAA, e por esta razão tornam-se prementes as campanhas de sensibilização. 

Para mais informações, consulte: www.aortaevida.com.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019