13/03/2013 15:13:42
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
AESOP organiza 2º Fórum Nacional de Bloco Operatório

A AESOP  - Associação de Enfermeiros Sala de Operações Portugueses - em parceria com o Instituto Português de Oncologia do Porto (IPOFG - Porto EPE) organiza, de 12 a 13 de Abril, o 2.º Fórum Nacional de Bloco Operatório, um evento onde a gestão, o desperdício e a eficiência são temas em destaque.



«Pensar o futuro, desafiar a crise» é o mote deste encontro científico. «Que futuro para o Bloco Operatório?»; «Eficiência no Bloco Operatório»; «Como sobreviver à crise», são os três painéis previstos para esta sessão.

"A incorreta atribuição do às especialidades cirúrgicas e a sua não rentabilização; as ineficiências no
processo de programação das intervenções cirúrgicas, o cancelamento de intervenções e a falta de
procedimentos e critérios estandardizados levam a custos que são evitáveis. As falhas traduzem-se numa
baixa taxa de ocupação do bloco operatório, baixa rentabilização, baixa produtividade, o que implica custos
significativos", alerta Mercedes Bilbao, Presidente da AESOP.

"É preciso adoptar a estratégia dos 3Rs: Repensar, Reorganizar e Responsabilizar a na equipa
multiprofissional que gere e trabalha no Bloco Operatório. Por isso este Fórum é dirigido, não só a
enfermeiros, como também a médicos, técnicos e outros profissionais e a gestores do Bloco Operatório",
diz Mercedes Bilbao.


Objetivo

O objectivo deste Fórum passa por debater questões como:

• Melhorar a gestão dos recursos do Bloco Operatório com o objectivo de aumentar consideravelmente a eficiência a produção e a qualidade da resposta à população;
• Redefinir a organização e os processos chave de funcionamento do BO, eliminando os desperdícios que não acrescentam valor para o doente ou para a organização;
• Estabelecer critérios, procedimentos e sistemas de gestão e de identificação de disfunções e ineficiências;
• Analisar o potencial de melhoria junto de todos os profissionais que contribuem direta ou indirectamente para os cuidados perioperatórios numa perspectiva multiprofissional, aberta e reflexiva no contexto da actual conjectura profissional e político-económica.

No decurso do 2º Fórum Nacional de Bloco Operatório, será ainda lançada a 3ª edição das Práticas Recomendadas para o Bloco Operatório. As questões práticas da Enfermagem Perioperatória serão também abordadas através de Workshops.

Para mais informações consulte o programa disponível na página Web da AESOP em http://www.aesopenfermeiros.org



Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019