Prof. Doutor Fernando Araújo é o novo diretor-executivo do SNS

23/09/22
Prof. Doutor Fernando Araújo é o novo diretor-executivo do SNS

O Prof. Doutor Fernando Araújo, médico especialista em Imunohemoterapia e presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ), vai ser o novo diretor-executivo do Serviço Nacional de Saúde (SNS), anunciou hoje, 23 de setembro, o ministro da Saúde, Dr. Manuel Pizarro.

A escolha do Prof. Doutor Fernando Araújo, antigo Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, foi oficialmente confirmada pelo Dr. Manuel Pizarro em conferência de imprensa, em Lisboa, depois de o nome do médico ter sido amplamente apontado como titular do cargo.

A confirmação foi feita no dia em que foi publicado no Diário da República o diploma do Governo que regulamenta a direção executiva, a nova entidade prevista no novo Estatuto do SNS promulgado pelo Presidente da República no início de agosto, no qual o Prof. Doutor Fernando Araújo será o primeiro diretor-executivo do SNS, cargo que tem como objetivo reforçar o papel de coordenação operacional das respostas assistenciais.

A direção executiva do SNS, que entra em funções a 1 de outubro, vai coordenar toda a resposta assistencial do SNS, assegurando o seu funcionamento em rede, e passa a gerir também a rede nacional de cuidados continuados integrados e da rede de cuidados paliativos, até agora da responsabilidade das Administrações Regionais de Saúde.

O até aqui presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de São João, cargo que exercia desde abril de 2019, e antigo secretário de Estado Adjunto da Saúde, vai desempenhar uma função que gerou dúvidas e críticas por parte da Ordem dos Médicos, sindicatos e partidos políticos.

Exerceu medicina no CHUSJ até ser encaminhado no cargo de presidente daquele centro hospitalar onde se notabilizou como diretor de serviço de Imunohemoterapia e do Centro de Medicina Laboratorial (de 2012 a 2015).

Nascido no Porto em 1966 o Prof. Doutor Fernando Araújo, que foi membro do Conselho Nacional para o SNS da Ordem dos Médicos, entidade na qual também presidiu ao Colégio da Especialidade de Imuno-hemoterapia da Ordem dos Médicos, exerceu múltiplas responsabilidades ao nível da gestão intermédia e gestão de topo em instituições de Saúde, presidindo a diversas entidades e instituições na área da Saúde.

Partilhar

Publicações