Intervenção percutânea da válvula cardíaca tricúspide realizada pela primeira vez a nível nacional
22/11/2021 17:04:29
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Intervenção percutânea da válvula cardíaca tricúspide realizada pela primeira vez a nível nacional

Decorreu pela primeira vez, uma intervenção percutânea na válvula tricúspide, com o dispositivo Pascal, pioneira a nível nacional, no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), na Unidade de Intervenção Cardiovascular (UNIC) do Serviço de Cardiologia.

O Prof. Doutor Lino Gonçalves, diretor do Serviço de Cardiologia do CHUC, refere que “o tratamento consistiu numa intervenção minimamente invasiva, não cirúrgica, para a reparação da insuficiência tricúspide grave e sintomática e compreendeu a colocação de dois clips nos folhetos da válvula tricúspide, permitindo uma redução importante da insuficiência valvular, o que permitirá a melhoria das queixas de insuficiência cardíaca do doente. Não se registaram complicações ou intercorrências e o doente teve alta no dia seguinte”.

O diretor do Serviço de Cardiologia prossegue dando nota de que “a regurgitação desta válvula cardíaca provoca o refluxo de sangue do ventrículo direito para a aurícula direita com consequências nefastas para o doente. Tradicionalmente, as opções de correção da insuficiência tricúspide estavam limitadas à cirurgia cardíaca, pelo que esta opção terapêutica, menos invasiva, vai possibilitar o tratamento de mais doentes com esta patologia, sobretudo naqueles mais idosos, frágeis e com elevado risco cirúrgico e que frequentemente não tinham acesso a qualquer tratamento valvular para ajudar à sua estabilização clínica", conclui.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019