Fremanezumab da TEVA está disponível em Portugal para prevenção da enxaqueca difícil de tratar
29/03/2021 15:54:40
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Fremanezumab da TEVA está disponível em Portugal para prevenção da enxaqueca difícil de tratar

O grupo TEVA Portugal anunciou o lançamento de fremanezumab 225 mg, uma solução injetável subcutânea para a profilaxia da enxaqueca em adultos que têm, pelo menos, quatro dias de enxaqueca por mês e que tenham tido três ou mais falências terapêuticas prévias. É um anticorpo monoclonal humanizado (mAb) que se liga ao péptido relacionado com o gene da calcitonina (CGRP) e bloqueia a sua ligação ao recetor. Fremanezumab é o único anti-CGRP aprovado com as opções de dosagem mensal e trimestral.

“Os tratamentos preventivos oferecem uma nova esperança para o controlo da doença. A chegada de fremanezumab a Portugal oferece aos doentes e médicos uma importante opção terapêutica, com um regime de tratamento flexível e bem tolerado, que reduz significativamente o número de dias de enxaqueca. Além disso, reforça o compromisso da Teva em desenvolver medicamentos inovadores para as doenças do sistema nervoso central (SNC)”, destaca a diretora-geral da Teva Portugal, Dr.ª Marta Gonzalez Casal.

Fremanezumab está financiado pelo Sistema Nacional de Saúde (SNS) e disponível para utilização em ambiente hospitalar; foi estudado com e sem tratamentos preventivos orais concomitantes. A utilização concomitante de tratamentos agudos (especificamente analgésicos, derivados do ergot e triptanos) ou preventivos não afetou a farmacocinética do fremanezumab. Além disso, a eficácia e segurança do fremanezumab foram demonstradas independentemente da idade, sexo e raça.

Eficácia e segurança demonstradas no estudo FOCUS

A eficácia de fremanezumab na prevenção da enxaqueca foi avaliada em estudos de fase III. O ensaio clínico FOCUS, fase 3b, randomizado, duplo-cego e controlado por placebo avaliou a eficácia e segurança do fremanezumab versus placebo para a prevenção da enxaqueca (episódica e crónica) em doentes com resposta inadequada (falta de eficácia e/ou intolerância e/ou contraindicações) a dois a quatro classes de medicamentos preventivos.

O estudo FOCUS conclui que os doentes com enxaqueca difícil de tratar alcançam uma melhoria clinicamente significativa com fremanezumab desde a primeira semana de tratamento. Especificamente, o estudo demonstra que este fármaco reduz significativamente o número médio de dias mensais de enxaqueca (-4,1 dias com dose mensal e -3,7 dias com dose trimestral vs. -0,6 dias com placebo), e que cerca de 1/3 dos doentes (34% com dose mensal e 34% com dose trimestral vs. 9% com placebo) alcançaram uma taxa de resposta ≥50% (redução ≥50% do nº de dias de enxaqueca por mês). O FOCUS demonstra a eficácia e boa tolerabilidade de ambas as doses de fremanezumab no tratamento preventivo da enxaqueca em doentes difíceis de tratar.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019