Prof. Doutor Venceslau Hespanhol: “Houve um número muito maior de doentes suspeitos de cancro do pulmão”
17/03/2021 12:46:17
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Prof. Doutor Venceslau Hespanhol: “Houve um número muito maior de doentes suspeitos de cancro do pulmão”

“O número de pessoas que inscrevemos na consulta pneumológica, no ano 2020, superou, pelo menos, em 50 a 60 doentes o ano de 2019”, revela o Prof. Doutor Venceslau Hespanhol, diretor do Serviço de Pneumologia do Centro Hospitalar Universitário de São João. Embora não haja ainda dados que o comprovem, acredita ser provável que exista “uma proporção de doenças avançadas superior”. 

O especialista fala também das novas capacidades terapêuticas que têm permitido dar expectativas de tratamento – mesmo em doentes avançados – e, “numa proporção cada vez mais relevante, transformar uma doença rapidamente fatal numa doença crónica, dando uma qualidade de vida significativa às pessoas.”

Para o futuro, destaca a importância da implementação do rastreio do cancro do pulmão, apontando as suas mais-valias para as pessoas, que “ficam com uma expectativa de cura”, e os benefícios económicos associados: “Estamos a falar de algumas dezenas de milhares – poucas – para centenas de milhares [tratamentos].”


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019